skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
04 junho 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

No último adeus, milhares abraçaram Neno e não o deixaram caminhar só

Bruno José Ferreira
Sociedade \ domingo, junho 13, 2021
© Direitos reservados
Despedida emocionada, homenagem impactante. As cerimónias fúnebres de Neno realizaram-se na tarde desde domingo. O ex-jogador foi abraçado pela multidão: milhares de pessoas estiveram no último adeus.

Aqueles a quem Neno deu, ao longo da sua vida, vários sorrisos e abraços, viu ser-lhe retribuído cada gesto no seu último adeus. Um enorme abraço coletivo acompanhou o ex-jogador desde o Estádio D. Afonso Henriques pelas principais artérias de Guimarães.

Vimaranenses, e não só, fizeram das ruas um enorme corredor de aplausos rumo à eternidade, num assentida e impactante homenagem daquele que se tornou um ícone para o Vitória SC, para a cidade de Guimarães e para o país.

Durante o dia foram milhares as pessoas que rumaram ao Memorial de Homenagem criado espontaneamente junto ao estádio, passando depois pelo interior do Estádio D. Afonso Henriques, onde o corpo esteve em câmara ardente.

Várias personalidades passaram pelo palco vitoriano, desde ex-jogadores, ex-treinadores, jogadores, dirigentes e várias pessoas ligadas ao mundo do futebol, e não só.

“Dimensão desta homenagem mostra a força do Neno”

Antes da partida do cortejo fúnebre, Miguel Pinto Lisboa, presidente do Vitória SC, reforçou a ideia de que tudo será feito para “seguir o legado do Neno”, catalogando o último adeus ao ex-jogador como “um cenário invulgar” a homenagear “uma pessoa invulgar”.

“É um dia de dor para o Vitória, para Guimarães, e de um modo geral para todo o país. A dimensão desta homenagem mostra a força do Neno, mas também a força do Vitória e a força da cidade. Queremos seguir o que foi o legado do Neno, com união, genuinidade e alegria”, frisou Pinto Lisboa.

Questionado se será feita alguma homenagem a título póstumo, Miguel Pinto Lisboa disse que estamos ainda muito em cima do acontecimento, mas que Neno será “prestigiado”. “O Neno já está eternizado nos nossos corações. O Neno não morreu, o Neno vive nos nossos corações”, disse.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: Guimarães em Debate #69