skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
13 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

O turismo em Guimarães pode ser “criativo e de experiências”: há um guia

Bruno José Ferreira
Cultura \ quinta-feira, maio 30, 2024
© Direitos reservados
Divisão de Turismo do município apresentou um novo instrumento para “aumentar a estada em Guimarães”. Há um guia com experiências que começa com 39 contributos. Está aberto a mais propostas.

Guimarães tem o desafio de “aumentar a estada média” dos turistas no seu território e esta quarta-feira foi apresentado mais um instrumento para se potenciar a “diversificação da oferta turística”, indo para lá do turismo patrimonial, aquele que mais se regista à boleia do Paço dos Duques e do Castelo.

O ‘Turismo Criativo e de Experiências’ é uma nova aposta da Divisão de Turismo do município para potencializar que quem visita Guimarães “fique mais tempo e deixe mais riqueza”, aludiu Paulo Lopes Silva. No jardim do Posto de Turismo da Praça de São Tiago, o vereador sustentou que é “necessário complementar a oferta existente, diversificar e ir de encontro a novas experiências que façam com que as pessoas fiquem”.  

Como primeiro protótipo deste projeto, ao todo são 39 novas as iniciativas presentes numa brochura em suporte físico, que terá sequência, mas que será essencialmente atualizada online. Não se trata, portanto, de uma iniciativa fechada, mas sim um primeiro passo que serve também para “lançar o desafio” à criação de outras experiências de diferentes categorias, como é o caso de ateliers e oficinas, gastronomia local, natureza, degustações, experiências vínicas, equestres, piqueniques ou tours de bicicleta no que se pretende também a “dinamização do comércio local e da dinâmica da cidade” neste trabalho “em rede e de contacto com os parceiros”.

“Este é um ponto de partida, a Câmara por si só não vende experiências, precisamos de parceiros”, disse Paulo Lopes Silva, adiantando que nos próximos tempos serão dados novos passos na vertente turística, como é o caso do turismo industrial, estando também na forja um cartão que permita ter acesso a diversos monumentos da cidade, experiências e também transportes públicos.

“Lanço o desafio para que possam surgir promotores desta oferta, para dinamizar a economia local, diversificar a oferta turística e, dessa forma, aumentar a estada dos turistas em Guimarães”, finalizou o vereador com o pelouro do turismo.

Com vários agentes turísticos presentes, assim como promotores, a apresentação acabou por se transformar numa espécie de debate com vários intervenientes a exporem os seus casos e a fazerem sugestões.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73