skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
13 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Os Alicerces do Reino: Feira Afonsina alarga-se a Couros e terá quatro dias

Bruno José Ferreira
Cultura \ terça-feira, junho 04, 2024
© Direitos reservados
Perspetiva é que se continuem a bater recordes de afluência na viagem vimaranense à era medieval. A zona de Couros terá uma programação própria e o Exército estará presente.

A edição 2024 de Feira Afonsina, em que Guimarães regressa ao passado e recria ‘Os Alicerces do Reino’, terá quatro dias. Esta é uma das novidades daquela que será a 12.ª edição do evento, à boleia do facto de o feriado municipal se celebrar numa segunda-feira, estendendo assim a programação.

Com sete áreas temáticas, uma zona de iguarias e uma zona de mercadores, a Feira Afonsina contempla mais de 40 atividades, alargando este ano a sua área à zona de Couros, classificada como Património Mundial. “É uma das novidades, pela classificação que tem, mas também pelo que representa em termos medievais”, vincou Isabel Pinho, da Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Guimarães. Este espaço terá iniciativas “para que as pessoas possam conhecer e ter atividades para as famílias”, reforçou, tais como visitas itinerantes com encenações e momentos musicais.

Outra das novidades deste ano é a presença do Exército Português, numa “colaboração que veio para ficar”. Paulo Lopes Silva considera que “faz todo o sentido” a participação, com uma demonstração de meio do exército, carros de combato Pandur, uma torre de atividades junto ao Castelo de Guimarães e ainda uma homenagem militar aos mortos em combate, em frente à estátua de D. Afonso Henriques, numa alusão à Batalha de São Mamede.

“Expetativa que se possam bater recordes de afluência”

O vereador com o pelouro da cultura destaca o facto de este momento marcante para a cidade e para a “identidade vimaranense” se caracterizar por uma "forte participação da população, com muitos voluntários, e também com a participação de diversas associações".

Paulo Lopes Silva espera que a 12.ª edição da Feira Afonsina possa significar um novo recorde de afluência de público, mesmo admitindo dificuldades em aferir o número de participantes. “Trata-se de um evento de portas abertas, sem bilhete e em espaço público, pelo que é difícil, mas tal como tem vindo a acontecer a expetativa é que se possam bater recordes de afluência” vincou o vereador na apresentação da programação, que teve lugar em Couros esta terça-feira. Ao todo é esperada sensivelmente uma centena de mercadores.

Paralelamente à Feira Afonsina, com momentos mais populares, a celebração do 24 de Junho – Dia 1 de Portugal contará, como é costume, com outros momentos, como é o caso das Jornadas Históricas promovidas pela Câmara Municipal de Guimarães em conjunto com a Sociedade Martins Sarmento.

Sessão Solene, Jornadas Históricas e Comissão dos 900 anos a complementar

Mumadona Dias é o mote da V edição das Jornadas Históricas, contextualizou Isabel Fernandes, prometendo “novidades interessantes”. As Jornadas Históricas têm lugar no dia 15 de junho na Pousada de Santa Marinha, sendo que o domus de Mumadona Dias, as construções daquele tempo, estarão em foco. “Será possível perceber em 3D como era a casa de Mumadona Dias na altura”, referiu.

Também a Comissão Científica dos 900 anos da Batalha de São Mamede acompanhará as celebrações, sendo que vai ser divulgado o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nos últimos tempos, num momento ainda a anunciar por parte do município.

Para as 21h30 de dia 24 de junho está agendada a sessão solene, que se espera que possa vir a ser “muito participada”, estando marcada para o Campo de São Mamede e aberta ao público, com momentos musicais. Este local está dependente das condições climatéricas.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73