skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 janeiro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Património ilumina-se e sinos a rebate para celebrar duas décadas de UNESCO

Tiago Mendes Dias
Cultura \ quinta-feira, novembro 25, 2021
© Direitos reservados
Cinco dias de celebração com música, teatro e exposição assinalam os 20 anos da classificação do Centro Histórico de Guimarães como Património Mundial da Humanidade. “Voltaremos a ter o património iluminado”.

Guimarães voltará a ter o seu património iluminado e, tal como há duas décadas, os sinos vão ocar a rebate nas igrejas do Centro Histórico de Guimarães, num dos vários momentos previstos durante cinco dias para assinalar a classificação deste território como Património Mundial da UNESCO.

A Câmara Municipal de Guimarães apresentou esta quinta-feira o programa das comemorações, um investimento de 25 mil euros, que Ana Cotter, vereadora com o pelouro do Centro Histórico, atribui especial importância porque “estas comemorações surgem quando tentamos submeter a candidatura do centro histórico e da zona de Couros”.

“Vamos iluminar o nosso património, entre outras ações criadas a partir deste simbolismo, sendo representativas de várias dimensões culturais”, frisou a vereadora, vincando que “Guimarães tem sido destacada pelas suas boas práticas na intervenção material e na intervenção imaterial”.

Manuel de Oliveira no Vila Flor e Sofia Escobar no São Mamede

De dez a treze de dezembro serão feitas projeções na Torre da Igreja de Nossa Senhora da Oliveira, numa iniciativa "20 anos, 20 imagens - Guimarães Passado e Presente", sendo que no sábado, dia onze, será feita uma visita guiada teatralizada ao Centro Histórico Classificado com o nome "Aqui viveu Portugal", em parceria com a Astronauta Associação Cultural.

De resto, a colaboração com associações vimaranenses está vincada no programa que no mesmo dia terá um concerto no São Mamede Centro de Artes e Espetáculos um concerto da vimaranense Sofia Escobar & Orquestra do Norte.

No dia treze, em que se celebra o aniversário, os sinos tocarão então a rebate, e da parte da tarde terão lugar as exposições “Foto Simão – Património pela lente de Simão Freitas” e “Património Iluminado”, esta última no Largo da Oliveira e Paço dos Duques de Bragança. À noite tem lugar o concerto de apresentação do novo álbum de Manuel de Oliveira “Entre”, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor. “Será um concerto em quinteto, com a participação especial do Mário Rodrigues. Este é um disco de homenagem ao meu pai, que foi o meu mestre. Mas também a outros mestres que foram inspiração”, deu conta Manuel de Oliveira.

Paulo Lopes Silva, vereador da cultura, reforçou a ideia que teremos o património iluminado, prometendo repetir “o que aconteceu em 2001, quando surgiu a notícia de que Guimarães tinha o centro histórico classificado”, com os sinos das igrejas do centro histórico a tocar a rebate às 13h12.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: A Alma dos Negócios #8 - Albano Miguel Fernandes - AMF Safety Shoes