skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Pevidém SC entende ter “condições” para avançar com uma SAD

Redação
Desporto \ quarta-feira, junho 21, 2023
© Direitos reservados
Direção liderada por Rui Machado afirma ter “parceiro adequado” e promete levar decisão a assembleia geral. Objetivo é libertar recursos para o clube e ter formação tendencialmente gratuita.

Quarto classificado na Série A do Campeonato de Portugal de 2022/23, o Pevidém SC afirma ter “encontrado o parceiro adequado” para mudar o paradigma do seu futebol: o clube branco e celeste pretende criar uma SAD e vai levar a decisão à Assembleia Geral, tendo já sido realizado o pedido para uma reunião magna de auscultação aos sócios “para dar andamento imediato à celebração do protocolo entre clube e SAD”.

“É com grande entusiasmo que vos comunicamos que estão finalmente reunidas as condições para a formação de uma sociedade anónima desportiva no Pevidém Sport Clube. E para isso, era fundamental encontrar um parceiro estratégico que pudesse não só garantir viabilidade económica do projeto como também preservar a identidade do clube.  Ora, está encontrado o parceiro adequado, o qual será muito em breve apresentado”, anunciou o clube vimaranense, em comunicado assinado pelo presidente Rui Machado.

O dirigente realça que a SAD é “passo fundamental” para manter os cavaleiros de São Jorge nos campeonatos nacionais, após épocas em que tem “competido com bravura e êxito em campeonatos que não lhe estão ao alcance, com adversários cujas estruturas são profissionais”, graças “ao empenho de todos e às custas de alguns”.

Rui Machado defende igualmente que a opção vai “libertar recursos” para o clube “tornar os seus escalões de formação tendencialmente gratuitos e apostar em novas modalidades”, cumprindo a sua “verdadeira função social”, o que vai ao encontro do “desejo da esmagadora maioria dos pevidenses”, crê.

O Pevidém informa ainda, no comunicado, que “o clube fundador não precisará de qualquer investimento inicial nem futuro, conservando no entanto uma percentagem do capital conforme obriga a lei” e que “a responsabilidade financeira da equipe principal estará inteiramente a cargo dos acionistas”. “A responsabilidade financeira da equipe principal estará inteiramente a cargo dos acionistas”, vinca ainda o dirigente.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73