skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
30 novembro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Pirilampo Mágico 2023 já anda por aí à espera de ser comprado

Redação
Diversidade & Inclusão \ segunda-feira, maio 15, 2023
© Direitos reservados
Com o objetivo de "informar e sensibilizar a opinião pública para as questões da inclusão, dignidade, igualdade de oportunidades", o pirilampo já está disponível.

A campanha Pirilampo Mágico, uma das mais antigas iniciativas de solidariedade social do nosso país, já está em marcha, tendo sido apresentada em Guimarães pela Câmara Municipal de Guimarães, pela Cercigui e pela Associação Vimaranense de Hotelaria (AVH).

A decorrer desde o dia 13 de maio – sábado – a campanha estende-se até ao dia 4 de junho e “tem como objetivo informar e sensibilizar a opinião pública para as questões da inclusão, dignidade, igualdade de oportunidades e da consagração dos direitos das pessoas com deficiência”.

Realizada desde 1987, este ano a campanha tem como lema “A energia que ilumina o sonho”, sendo que o município juntamente com pela Cercigui e com a AVH dão aos mãos nesta ação de sensibilização e de recolha de fundos, que se destinam a organizações sem fins lucrativos que se dedicam ao apoio a pessoas com deficiência intelectual, como é o caso das CERCI.

A vereadora Paula Oliveira destacou o trabalho da Cercigui na defesa dos direitos dos seus utentes, ainda que “exista um grande caminho a percorrer”. Para a vereadora da ação social, órgãos de soberania e sociedade civil têm um papel importante para uma integração plena de todos os cidadãos, independentemente da sua condição. “Todos somos companheiros de viagem”, disse.

Já José Diogo Silva, presidente da AVH, frisou a cooperação e proximidade que existe entre as instituições de Guimarães, pois “são as pessoas que as instituições representam e é para elas que devem trabalhar”.  Para o presidente da AVH, é necessária “uma sociedade mais aberta e inclusiva”, motivo pelo qual é com orgulho e regozijo que a AVH se solidariza com a campanha.

Bruno Faria, presidente da CERCIGUI, colocou os utentes da instituição que dirige em primeiro lugar, sem deixar de considerar muito importante o apoio de todos quantos desejem ajudar a causa da defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Após ter apresentado a campanha, Bruno Faria prestou homenagem a Marco Ferreira, funcionário da CERCIGUI já falecido, um momento de emoção para todos os presentes.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #62