skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Primeira parte foi “demolidora”, considera Álvaro Pacheco

Redação
Desporto \ sábado, março 02, 2024
© Direitos reservados
Nélson Oliveira estreou-se a marcar após a saída de André Silva e deu "um grande prazer" a Álvaro Pacheco "vê-lo a ser feliz".

O Vitória SC rubricou uma primeira parte “demolidora” no entender de Álvaro Pacheco. Na análise ao jogo, o técnico elogiou a entrada no jogo da sua equipa, a aproveitar o “mau momento” do Estoril no Estádio António Coimbra da Mota.

“Sabíamos que íamos defrontar um adversário com qualidade, mas a passar um mau momento. Tínhamos de entrar fortes, pressionantes no último terço, a aproveitar o vento. Assim ia cair para o nosso lado, só tínhamos de acertar na baliza. Foi uma primeira parte demolidora, na segunda parte não foi tanto assim, pois o vento condiciona”, analisou o treinador no final do jogo.

Após a saída de André Silva, a aposta foi Nelson Oliveira, que se estreou a marcar, “um prazer muito grande” para o treinador. “Não queria perder nenhum jogador, mas quando sai um elemento da nossa família, a nossa família une-se, quem conhece este grupo sabe que isto ia acontecer. O Nélson Oliveira está a crescer muito, acredito muito nele. Deu me um prazer muito grande vê-lo ser feliz, mas o Butzke também me dá confiança”, disse.

De resto, o técnico voltou a referir a intenção de “escrever páginas bonitas” no clube. “Sinto-me muito honroso daquilo que estamos a fazer, a ajudar o Vitória a tornar-se mais forte. Vamos escrever páginas bonitas na história do Vitória”, concluiu Álvaro Pacheco na sala de imprensa.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73