skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Procurador do Tribunal da Relação, Luís Felgueiras morre aos 69 anos

Redação
Sociedade \ sexta-feira, março 31, 2023
© Direitos reservados
Com uma longa carreira na justiça, fez parte da equipa da ONU para a criação do sistema judicial de Timor. O velório será na Casa da Seara, em Caldas das Taipas, e o funeral sábado, em Tabuadelo.

Procurador do Tribunal da Relação de Guimarães, Luís Felgueiras morreu esta sexta-feira aos 69 anos, confirmou fonte da família ao Jornal de Guimarães.

Vítima de um cancro que ressurgiu recentemente depois de uma intervenção cirúrgica que lhe proporcionou vários anos de bem estar, o procurador trabalhou ainda no Tribunal do Trabalho de Guimarães, no Tribunal Judicial de Guimarães, nos tribunais de Ponta do Sol (Madeira), Aveiro e Braga e esteve em Timor-Leste ao serviço da Organização das Nações Unidas (ONU), no apoio à criação do sistema judicial do país que, em 2002, consumou a sua independência, processo para o qual contribuiu o seu tio, o padre João Felgueiras.

Natural de Monção, terra da família materna, Luís Felgueiras dividiu a infância e a adolescência entre o Alto Minho e a Casa da Seara, propriedade da família paterna em Caldas das Taipas. Após casar, mudou-se para Tabuadelo, freguesia de onde a sua esposa é natural.

O velório vai decorrer a partir das 17h00 desta sexta-feira, seguindo o corpo de Luís Felgueiras  para Tabuadelo este sábado, onde haverá missa de corpo presente a partir das 15h00 e irá a sepultar depois no cemitério local.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73