skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 julho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Ricardo Araújo: “Nelson Felgueiras não tem condições para continuar”

Tiago Mendes Dias
Política \ terça-feira, junho 20, 2023
© Direitos reservados
O presidente da Comissão Política Concelhia do PSD prometeu ainda um requerimento para verificar o processo de atribuição de apoios desportivos do município em 2022 e em 2023.

O PSD de Guimarães crê que Nelson Felgueiras não deve continuar a exercer o cargo de vereador municipal, na sequência da notícia do Jornal de Notícias a dar conta de que a KTF Team Associação Desportiva, ligada aos desportos de combate, está a utilizar as redes sociais para angariar militantes para o Partido Socialista, com uma ficha de inscrição a acompanhar a mensagem “vamos ajudar quem nos tem ajudado”, em referência ao vereador com o pelouro do desporto.

“Entendemos que o senhor doutor Nelson Felgueiras não tem condições para continuar com os poderes delegados pelo município, sob proposta do senhor presidente da Câmara. Não podemos admitir ou compactuar com esta forma de estar na vida pública ou política”, vincou o presidente da comissão política concelhia, em conferência de imprensa realizada nesta tarde de terça-feira.

Os sociais-democratas assumem a posição “cerca de 72 horas” depois da publicação da notícia, na sexta-feira, prazo que entendeu “sensato e prudente” para dar tempo a Nelson Felgueiras para “esclarecer, clarificar, comentar, recusar ou contrariar” o teor da notícia. Como não houve qualquer reação a contrariar os factos narrados, a concelhia laranja considerou “fidedigna” a notícia, razão pela qual crê que o vereador do Desporto “perdeu a autoridade política necessária para o exercício das funções”. “O que foi noticiado põe em causa a seriedade e a idoneidade dos órgãos autárquicos”, acrescentou.

Ricardo Araújo alegou também que a continuidade de Nelson Felgueiras encerra o “perigo” de “contribuir para a degradação da imagem das instituições” – “a Câmara tem de estar acima de suspeitas de favorecimentos”, disse – e instou o presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, e o presidente da Comissão Política Concelhia do PS, Ricardo Costa, a pronunciarem-se sobre o caso. “Não podem estar à espera, Nelson Felgueiras, o senhor presidente da Câmara e o presidente da concelhia local, de passar pelos pingos da chuva, à espera que isto seja noticiado um ou dois dias e depois se esqueça”, salientou.

Para o dirigente social-democrata, o presidente da Câmara, enquanto responsável pela “delegação das tarefas pelos membros do executivo”, deve “esclarecer rapidamente se, perante os factos, o vereador Nelson Felgueiras reúne competências para continuar com as funções delegadas”. Já o presidente do PS de Guimarães tem a obrigação de esclarecer se “mantém a confiança política em Nelson Felgueiras” e se considera a angariação de militantes tal e qual a promovida pela KTF “a forma legítima, transparente e clara de angariação de militantes para os partidos políticos”.

 

“No limite, pode estar em causa o benefício público para angariação de militantes”

O presidente da concelhia do PSD e também vereador prometeu ainda apresentar, na reunião de Câmara de quinta-feira, um “requerimento para todo o processo que instruiu as candidaturas” à atribuição de subsídios para o desporto nos anos de 2022 e de 2023. O objetivo é verificar se os valores atribuídos às diferentes associações desportivas respeitam os critérios definidos pela Câmara Municipal.

“No limite, pode estar em causa o benefício público para angariação de militantes para o Partido Socialista”, disse, reiterando que o PS e a Câmara são “entidades distintas”, embora o “poder absoluto em Guimarães há 33 anos leva a que, por vezes, se confundam as instituições”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73