skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
15 agosto 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

PSD quer que “excelente trabalho” da EEUM se aproxime da “indústria local”

Redação
Política \ sexta-feira, julho 29, 2022
© Direitos reservados
Convencido de que a UMinho tem “importância estratégica” para Guimarães, Ricardo Araújo defende projetos de valor acrescentado e fixação de estudantes e professores após reunião com Pedro Arezes.

Eleito presidente da Comissão Política Concelhia do PSD a 09 de julho, Ricardo Araújo defende que a Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM) pode ser chave para Guimarães se afirmar como “cidade de inovação”, caso aproveite o trabalho de “referência nacional e internacional” realizado pela unidade, maioritariamente instalada no campus de Azurém.

Na sequência da reunião com o presidente da EEUM, Pedro Arezes, esse caminho exige a “aproximação” entre o “excelente trabalho” desenvolvido na universidade e “indústria local”, criando-se um “contexto favorável à atração de investimento e ao empreendedorismo", que possa “acrescentar mais valor na economia”.

“A Escola de Engenharia da Universidade do Minho é um parceiro chave para os desafios da transição e reindustrialização da nossa economia local, suportando as respostas técnica e humanas às tendências a que assistimos globalmente de digitalização, aplicação de inteligência artificial, análise e tratamento de dados, nos processos produtivos, gestão de ativos e serviços", disse, citado por um comunicado do PSD de Guimarães.

A propósito da expansão que se antecipa na EEUM, com a abertura do curso de Engenharia Aeroespacial, Ricardo Araújo discutiu com Pedro Arezes a “necessidade de atrair e fixar em Guimarães os alunos e professores que aqui estudam e trabalham”, seja pelo aumento da oferta de residências universitárias – já previsto com a antiga escola de Santa Luzia -, quer pela “disponibilidade de habitações para arrendamento a preços controlados, de forma a tornar mais atrativa a fixação de estudantes e professores", situação prevista para o futuro loteamento no Monte Cavalinho, contíguo à estação ferroviária.

Certo de que é necessário, em parte, “reter parte do talento formado na Escola de Engenharia”, “integrando-o na economia local”, Ricardo Araújo fez-se acompanhar na reunião pelo vice-presidente da concelhia e também vereador Hugo Ribeiro e ainda coordenadora do Conselho Estratégico Local do PSD, a investigadora universitária Sara Fernandes.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #33