skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Residência de Santa Luzia requer investimento de seis milhões

Redação
Sociedade \ terça-feira, fevereiro 22, 2022
© Direitos reservados
A Universidade do Minho vai transformar o edifício com fundos próprios e do PRR, usufruindo dele com um regime de comodato desde 2025 a 2072.

A residência de Santa Luzia era, como disse o Reitor da Universidade do Minho, “um dos temas quentes da atualidade” para a academia minhota. Depois de ter sido anunciado por Domingos Bragança, justamente no 48.º aniversário da Instituição de Ensino Superior, que João Leão, ministro das finanças, emitiu o despacho necessário, é finalmente submetido o projeto de valorização patrimonial.

O projeto inclui a posterior cedência do imóvel em regime de comodato, ao longo de 50 anos, à UMinho, a quem competirá a execução da obra com uma estimativa orçamental de 6.050.000,00 euros + IVA, financiado com fundos próprios e Fundos Comunitários com recurso ao Plano de Recuperação e Resiliência, cuja candidatura deverá ser apresentada até ao dia 28 de fevereiro pela UMinho.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38