skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Rui Borges: “Foi dos melhores jogos em termos coletivos. Ficámos tristes”

Redação
Desporto \ sábado, março 02, 2024
© Direitos reservados
O treinador do Moreirense só tinha elogios para com os seus jogadores após o nulo caseiro com o Rio Ave, principalmente pelo que mostraram na pressão, nas segundas bolas e na manobra ofensiva.

O nulo exibido no marcador depois do apito final foi ingrato para o Moreirense, considerou Rui Borges, no rescaldo ao encontro deste sábado à tarde.

“Foi dos melhores jogos em termos coletivos em todos os momentos do jogo, ao longo dos 90 minutos. Foi dos jogos mais bem conseguidos que tivemos. Fomos superiores no momento ofensivo, no momento defensivo, no contra-ataque, na transição defensiva. Eu e a equipa ficámos tristes pelo [resultado], depois do que fizemos ao longo dos 90 minutos”, vincou, na sala de imprensa do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas.

Apesar da “infelicidade no momento da grande penalidade”, que “faz parte do jogo”, Rui Borges disse, em simultâneo, estar “muito feliz” com uma exibição superior à de alguns duelos que os cónegos venceram por 1-0, que raramente consentiu lances de perigo ao Rio Ave.

“Houve jogos que ganhámos por 1-0 e em que não criámos tantas oportunidades. Esteve mau tempo, mas tivemos 90 minutos a jogar num campo muito praticável. Não me lembro de o Rio Ave controlar o jogo. Fomos muito intensos na pressão. Tivemos vários remates, mas não fomos capazes de finalizar. Fizemos mais do que suficiente para conquistar os três pontos. A malta que entrou esteve muito ligada ao jogo. Fomos muito proativos nas segundas bolas”, completou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73