skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Sofia Ferreira reúne apoio de toda a vereação na corrida à concelhia do PS

Tiago Mendes Dias
Política \ quinta-feira, dezembro 16, 2021
© Direitos reservados
Adversária de Ricardo Costa nas eleições de 2022, vereadora apregoa “projeto de esperança”, tendo do seu lado os colegas no executivo municipal, incluindo o presidente da Câmara, Domingos Bragança.

As eleições para a Comissão Política Concelhia de Guimarães do PS têm oficialmente dois candidatos: Ricardo Costa, ex-vereador para o Desenvolvimento Económico que se apresentou oficialmente a 22 de outubro, e Sofia Ferreira, vereadora municipal para o Ambiente e para os Transportes, que anunciou a sua ida a sufrágio em 2022 nesta quinta-feira.

Perante dezenas de militantes no auditório da Escola Secundária Francisco de Holanda, a líder das Mulheres Socialistas de Guimarães assumiu ter entrado na corrida à concelhia após o “camarada e amigo” Domingos Bragança, presidente da Câmara desde 2013, lhe ter lançado o desafio nesse sentido.

“Tenho um projeto de esperança que concretiza os sonhos a partir da matriz ideológica do PS”, disse. Sofia Ferreira disse ainda ter assumido o “compromisso” com a noção da “enorme exigência do caminho a percorrer”, vincando, porém, nunca ter sido “mulher de desistir”, mas sim de “lutar, acreditar e ganhar”.

A elaboração desse projeto, inscrita na moção a apresentar aos militantes aquando das eleições, terá a coordenação de Paulo Lopes Silva, um dos novos rostos da vereação; os restantes elementos socialistas do executivo também a apoiam: Paula Oliveira, Nelson Felgueiras e Ana Cotter marcaram presença na sessão, enquanto Adelina Paula Pinto se ausentou por motivos de saúde.

Sofia Ferreira disse ainda ter o apoio do atual presidente da Comissão Política Concelhia, Luís Soares, do presidente da Assembleia Municipal, José João Torrinha, bem como do antigo presidente da Câmara, Manuel Ferreira, seu pai, do antigo vereador António Castro e do antigo presidente da Assembleia Municipal, António Mota-Prego; esses três últimos apoiantes compareceram à apresentação.

A vereadora frisou ainda que a candidatura “harmoniza” 51 anos de vida e 33 como militante do PS, nos quais diz ter “aprendido muito”; um dos desígnios dessa ida a sufrágio é a promoção da “coesão” do partido e de uma maior “participação política de todos os militantes”, tendo deixado mensagens às Mulheres Socialistas – “queremos envolver os homens e as mulheres na prossecução da plena igualdade de direitos e oportunidades” – e à Juventude Socialista – “a sua irreverência, ambição, olhar crítico, vontade de querer fazer tudo são determinantes”.

Convencida de que o PS precisa de “todos” para “prosseguir um caminho” que valorize “o progresso social e económico”, o “desenvolvimento sustentável”, a “preservação do património material e imaterial” e a “inovação” em Guimarães, Sofia Ferreira lembrou ainda a necessidade de se estar à altura dos “compromissos” com os vimaranenses, para que, nas Autárquicas de 2025, o partido reúna a “confiança da maioria dos vimaranenses” para vencer pela 10.ª ocasião consecutiva.

A dirigente socialista lembrou também que a Concelhia de Guimarães é das maiores do PS em todo o país, sendo necessária para “uma vitória significativa e clarificadora nas Legislativas de 30 de janeiro”, em “alinhamento com o camarada e secretário-geral António Costa”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73