skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
27 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Vitória renovado encara segunda divisão com experiência de primeira

Redação
Desporto \ sábado, setembro 09, 2023
© Direitos reservados
Entre as 15 novas jogadoras para a época que começa neste sábado, oito têm experiência de primeiro escalão. O treinador Ivo Roque quer atingir a segunda fase, mas a subida está na mente das atletas.

Depois de uma época em que participou na fase de subida à Liga BPI, o principal campeonato português, a equipa feminina do Vitória SC recusa dar passos atrás na temporada que oficialmente começa este sábado, com a receção ao Romariz, para a jornada inaugural da Série Norte da 2.ª Divisão. O jogo está marcado para as 16h00, na academia vitoriana.

O clube enfrenta os sete adversários da primeira fase do campeonato - alguns têm passado na divisão principal como Cadima, Boavista e Gil Vicente -, com a missão de atingir pelo menos a segunda fase da prova, vinca Ivo Roque, treinador que parte para a segunda época consecutiva como timoneiro das conquistadoras. “Teremos de lutar todos os jogos pelos três pontos até ao último minuto, para conseguirmos o máximo de pontos possíveis para passarmos à segunda fase”, realça, em declarações ao sítio oficial do Vitória SC, publicadas na sexta-feira.

Para lutar por esse objetivo, o clube remodelou cerca de 60% do plantel: apresenta 15 reforços num grupo de 25 jogadoras. O Vitória vai competir no segundo escalão, mas oito das novas atletas vitorianas já competiram no primeiro escalão.

As defesas Beatriz Ferreira e Diana Gomes, a centrocampista Beatriz Conduto e a avançada Inês Costa representaram o Länk Vilaverdense, apesar de Beatriz Conduto ter jogado a época anterior na 2.ª Divisão, pelo Rio Ave. A defesa Margarida Maia, ex-Romariz, competiu na Liga BPI pelo Gil Vicente, e a central Joana Monteiro representou o Valadares Gaia na época passada. A dianteira brasileira Laura Pires disputou as últimas quatro épocas no Ouriense, formação da Liga BPI, enquanto a média Madalina Tatar estreou-se pelo Benfica na temporada 2022/23 antes do empréstimo ao Racing Power, campeão da 2.ª Divisão na época passada.

Apresentada no início de agosto, a internacional romena de 20 anos afirmou-se pronta a ajudar o Vitória a chegar à 1.ª Divisão, à semelhança de outras jogadoras. Ivo Roque afirma, contudo, que o campeonato vai ser difícil. “Cada vez mais há atletas de boa qualidade e clubes a apostarem e a quererem que o futebol feminino seja mais visto. Isso faz com que o campeonato se torne melhor. Tal como nós nos reforçamos, os nossos adversários diretos também se reforçaram com atletas de grande valia. Será um campeonato muito difícil”, vincou.

Outra das novidades para a temporada é a contratação de Hélder Baptista para a coordenação técnica da vertente feminina do futebol vitoriano, sob a coordenação da ex-jogadora e capitã vitoriana Ana Rita Ribeiro.

 

PLANTEL VITÓRIA SC

Guarda-redes: Carol, Sofia Barroso (ex-Länk Vilaverdense) e Inês Marques (ex-Polvoreira);

Defesas: Joana Ribeiro, Belinha, Dani Pereira, Letícia Costa, Margarida Maia (ex-Romariz), Beatriz Ferreira (ex-Länk Vilaverdense), Joana Monteiro (ex-Valadares Gaia), Diana Gomes (ex-Länk Vilaverdense) e Beatriz Vale (ex-Länk Vilaverdense);

Médios: Ticha, Cata, Bruna Marinho, Madalina Tatar (ex-Benfica), Beatriz Pinheiro (ex-Polvoreira), Beatriz Conduto (ex-Rio Ave) e Maria Neto (ex-Länk Vilaverdense);

Avançados: Bruna Oliveira, Borges, Inês Costa (ex-Länk Vilaverdense), Laura Pires (ex-Ouriense), Inês Macedo (ex-Rio Ave) e Carolina Veloso (ex-Rio Tinto)

 

EQUIPA TÉCNICA

Treinador: Ivo Roque

Treinadores adjuntos: Geani Freitas, Hélder Dinis, Cláudia Marques e Daniela Loureiro

 

“Está na hora de elevar este clube para os grandes palcos”

Ticha, meio-campo (terceira época no Vitória SC)

“Sinto-me bem por renovar, fazer parte do Vitória é sempre especial. O primeiro objetivo é assegurar a fase de subida e depois passa por fazer subir o Vitória. Está na hora de elevar este clube para os grandes palcos” [sítio oficial do Vitória SC, 16 de julho]

 

“Orgulho e responsabilidade são as duas palavras que melhor definem o que sinto”

Madalina Tatar, reforço meio-campo (ex-Benfica)

“Orgulho e responsabilidade são as duas palavras que melhor definem o que sinto por chegar a este grande clube. Quero ajudar ao máximo a equipa a lutar pela subida à I Divisão Nacional. Este é o principal objetivo e é para isso que estou aqui” [sítio oficial do Vitória SC, 11 de agosto]

 

“A equipa está cada vez mais dentro das nossas ideias de jogo”

Ivo Roque, treinador

“Entraram atletas muito jovens e capazes, mas que precisam de tempo para crescerem e para nos ajudarem. É um plantel muito válido, com muita capacidade e qualidade técnica principalmente. Não há nenhum treinador totalmente satisfeito, mas estou satisfeito com as minhas atletas. O plantel é válido e a equipa está cada vez mais dentro das nossas ideias de jogo” [sítio oficial do Vitória SC, 08 de setembro]

 

“Que o nosso projeto seja reconhecido enquanto escola de formação”

Hélder Baptista, coordenador técnico

“O primeiro grande objetivo é que o nosso projeto seja reconhecido enquanto escola de formação, mas também não podemos nos desfocar da ambição de estar nos grandes palcos e estar nos grandes palcos é ter a presença da equipa sénior na Liga BPI e as equipas de formação nos patamares mais altos das competições nacionais” [sítio oficial do Vitória SC, 25 de agosto]

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73