skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
24 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Voleibol: Vitória encerra melhor fase regular desde 2010/11 com triunfo

Redação
Desporto \ sábado, dezembro 09, 2023
© Direitos reservados
Ao derrotar a Académica de São Mamede por 3-1, a equipa de Nuno Pereira terminou a primeira fase com nove vitórias e quatro derrotas e foi terceira. Segunda fase arranca com visita ao Leixões.

O Vitória encerrou a fase regular da Liga Una Seguros na terceira posição, a melhor classificação desde 2010/11, época em que também foi terceiro, e apenas superada pelo período de 2006 a 2009, em que se classificou sempre na segunda posição e atingiu a final, tendo-se mesmo sagrado campeão nacional em 2007/08.

Apenas superada pelos candidatos ao título Benfica e Sporting, a equipa treinada por Nuno Pereira consumou esse lugar nesta sexta-feira, no Pavilhão Desportivo Unidade Vimaranense, perante a equipa lanterna-vermelha, a Académica de São Mamede. Os anfitriões venceram o duelo da 13.ª jornada por 3-1, com parciais de 25-17, 25-17, 25-27 e 25-14.

Apesar do desnível entre os conjuntos, as emoções estiveram ao rubro no terceiro set, com a Académica de São Mamede a recuperar rapidamente de um parcial desfavorável de 5-0 a abrir, que parecia antecipar um rápido fecho do encontro. A formação de São Mamede de Infesta fez o empate (10-10) e passou para a frente num set disputado até às vantagens, onde viria a levar a melhor. No quarto set, o Vitória repôs o domínio evidenciado nos dois primeiros e selou a conquista dos três pontos.

Com nove vitórias e quatro derrotas, o Vitória encerrou a fase regular com 28 pontos, a 10 do primeiro classificado, Benfica, e a oito do segundo classificado, Sporting. Logo atrás, ficaram Leixões e Castêlo da Maia, cada um com 25.

A segunda fase inclui os oito primeiros classificados da fase regular e arranca a 16 de dezembro, com o Vitória a defrontar o Leixões na primeira jornada, em Matosinhos.

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73