skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
27 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Atraso na EB 2,3 de São Torcato? "Um dos responsáveis sou eu", diz Bragança

Pedro C. Esteves
Educação \ terça-feira, junho 01, 2021
© Direitos reservados
O projeto está concluído, falta levar a obra a concurso. JpG aponta para a escola como um dos exemplos de “promessas não são cumpridas em tempo útil”. Bragança sublinha caráter abrangente da obra.

A Coligação Juntos por Guimarães entende que o executivo liderado por Domingos Bragança está a “iludir” os vimaranenses com “promessas que não são cumpridas em tempo útil”. Uma delas é, segundo o vereador Hugo Ribeiro, a obra na EB 2,3 de São Torcato. “Sete anos depois [de ter sido anunciada] ainda estamos em fase de projeto, achamos que é demasiado para uma obra fundamental num setor como a educação”, referiu.

Perante a inquirição, Domingos Bragança reconheceu o atraso: “Tenho a dizer que um dos grandes responsáveis pelo atraso, entre outros, sou eu”. O autarca vimaranense reiterou o carácter mais profundo da intervenção: se à partida estava apenas prevista a “colocação de vidros duplos e pintura”, depois de uma visita ao estabelecimento escolar, surgiu a ideia de “fazer uma reabilitação intensa e aproveitar o átrio para fazer uma cobertura para servir a escola e a comunidade”.

Uma das razões que o presidente da Câmara Municipal de Guimarães evoca para o atraso – “Em breve teremos a obra a concurso”, pontuou – prende-se com a “renitência” da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) em dar luz verde a uma intervenção mais profunda. Sem o aval deste serviço que define, gere e acompanha a requalificação do parque escolar, a captação de fundos europeus tornava-se mais complicada. Por isso, “quando se fala que demorou muito tempo, é por uma boa razão”, argumentou. Com esta empreitada mais “densa”, o custo mais que triplicou: estimado em 500 mil euros, são, agora, três milhões.

As explicações não convenceram Hugo Ribeiro. “Não colhe”, começou por referir. “É um setor fundamental, uma obra determinante para aquela localidade. Desde 2014 é muito tempo. A obra foi prometida no primeiro mandato, estamos a terminar o segundo ciclo eleitoral, se [as obras] não correrem como pensa, [Domingos Bragança] vai defraudar o seu eleitorado”, apontou o vereador eleito pela Coligação Juntos por Guimarães.

Projeto concluído

O projeto de reabilitação e requalificação da EB 2,3 de São Torcato ficou concluído no início deste ano, “depois de várias reuniões entre a Câmara Municipal de Guimarães, a DGEstE e a direção da própria Escola”, informava a autarquia em comunicado. Citado pelo município, Domingos Bragança pretendia que “o início desta obra aconteça o quanto antes, depois de ultrapassadas questões processuais como a aprovação do projeto e o lançamento do concurso para a obra”.

A escola vai “proporcionar melhores condições de utilização ao nível de conforto, segurança, tornando o edifício mais sustentável, através das energias renováveis”. A “boa solução estética e funcional da cobertura parcial do átrio da escola” foi uma das valências destacadas por Domingos Bragança aquando da apresentação do projeto.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73