skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Balanço positivo no final do Ciclo de formações SASUM

Hugo Marcelo
Educação \ quinta-feira, abril 08, 2021
© Direitos reservados
Após seis semanas, chegou ao fim o ciclo de formações transversais promovidas pelos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho. 71 trabalhadores concluíram o programa com sucesso.

Chegou ao fim o ciclo de formações transversais promovidas pelos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho (SASUM), para os trabalhadores que exercem funções incompatíveis com o regime de teletrabalho. Após seis semanas de trabalho, as sessões findaram ontem, dia 7 de abril, com um balanço muito positivo da parte dos trabalhadores e da organização.

O programa de ações de formação transversais decorreu entre 25 de fevereiro e 7 de abril e teve como objetivo proporcionar aos trabalhadores uma aprendizagem abrangente e diversificada, aproveitando a suspensão das atividades letivas e de avaliação presenciais em toda a Universidade, motivada pela pandemia de COVID-19, e a consequente redução da atividade de prestação de serviços dos SASUM. Segundo o Administrador dos SASUM, António Paisana, esta iniciativa pretendia “reforçar as competências profissionais dos trabalhadores e contribuir para a sua valorização pessoal e estabilidade emocional, bem como para um quadro motivacional elevado”.

No total, foram 71 trabalhadores, 29 dias, 220 horas de formação em dois turnos, 5 sessões de valorização pessoal através da colaboração de docentes da Escola de Medicina e do Instituto de Educação da Universidade do Minho, e 3 ações de formação ministradas à distância pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e 4 ações dirigidas aos trabalhadores do Departamento de Desporto e Cultura.

“Esta foi uma ação diferente de todas as que tiveram. Procuramos fazer diferente”, disse António Paisana na sessão de encerramento, dado que o intuito não foi apenas dotar os trabalhadores de competências necessárias para exercerem as suas funções, mas também de conhecimentos e aprendizagens que podem ser uma mais-valia na sua vida pessoal. Sublinhando a exigência do programa, o Administrador dos SASUM realçou também o comprometimento demonstrado pelos trabalhadores a quem atribui o sucesso da iniciativa.

Segundo Susana Silva, responsável pelo programa de ações de formação, o projeto não termina aqui, “serão para continuar e manter este tipo de ações, quer online, quer presencial”, garantindo que já estão a ser realizados esforços nesse sentido. “O objetivo é que os trabalhadores dos SASUM continuem a melhorar as suas competências”.

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73