skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Bombeiros de Guimarães com 11.973 serviços de socorro em 2022: é recorde

Redação
Sociedade \ terça-feira, janeiro 10, 2023
© Direitos reservados
Média diária de 33 ocorrências durante o último ano é um registo sem precedentes na corporação. O transporte urgente de doentes reúne o maio número de solicitações.

Os Bombeiros Voluntários de Guimarães bateram o recorde de serviços de socorro em 2022, com um total de 11973 serviços em que prestaram socorro à população. Isto significa uma média diária de 33 casos, a mais elevada de sempre, segundo dá nota a corporação numa nota enviada às redações.

Este número traduz-se num aumento significativo de ocorrências – mais 1709 casos do que em 2021 – suplantando-se assim números de um período pandémico. Nestes dados, o transporte urgente de doentes figura no topo da lista de ocorrências.

“Honra a nossa história de 145 anos de vida, com uma forte tradição humanitária e solidária, que muito nos orgulha e que procuramos diariamente reforçar e melhorar. Neste incansável trabalho de todos, merece o nosso particular reconhecimento todo o corpo ativo e o comando da nossa corporação, homens e mulheres que nunca se poupam a esforços para colocarmos sempre o melhor dos bombeiros ao serviço de toda a nossa população”, destaca João Pedro Castro, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

Bento Marques, comandante da corporação, destaca que os bombeiros têm um conjunto de meio “sempre prontos para auxiliar os cidadãos em qualquer situação”. “Os vimaranenses podem estar seguros da nossa ação e proteção em todos os momentos. Colocamos sempre os nossos meios ao dispor dos sócios e de toda a população, desde a emergência a acidentes, combate a incêndios, transporte de doentes, auxílio em cheias e outras ocorrências”, aponta.

Este recorde de serviços acontece no ano em que os Bombeiros de Guimarães completaram 145 anos, sendo, por isso, motivo de “orgulho” para o presidente da instituição, que alerta para o facto de os Bombeiros de Guimarães precisarem cada vez mais de apoios.

“Todo este imenso volume de serviços prestados tem uma fatura elevada, que a generosidade dos vimaranenses e empresas tem ajudado a superar, mas também é verdade que a instituição precisa que cada vez mais vimaranenses se façam sócios dos Bombeiros de Guimarães, de forma a garantirmos uma fonte de receita mais permanente e equilibrada”, frisa.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73