skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Bombeiros de Guimarães oferecem ambulância à Guiné-Bissau

Redação
Diversidade & Inclusão \ segunda-feira, junho 05, 2023
© Direitos reservados
Já não cumpre as regras para funcionar em Portugal, mas vai ter uma nova vida em África. Vai auxiliar, essencialmente, no transporte de crianças e grávidas.

Os Bombeiros de Guimarães doaram uma ambulância à Guiné-Bissau, que vai ganhar uma nova vida na região de Oio “em resposta a um pedido da Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal”.

A referida viatura está “desatualizada com as exigências normativas do serviço e com mais de vinte anos de rodagem”, dá nota João Pedro Castro, mas “fará muita diferença na vida de muitos guineenses”. A ambulância foi entregue formalmente à Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal, seguindo de barco, a partir do Porto de Leixões, para África.

“Ao invés de ir para abate, a nossa ambulância ainda pode ser muito útil naquele país irmão. A viatura vai ficar afeta à região de Oio, sendo que fará transportes dos doentes dessa região para o Hospital Nacional Simão Mendes, na cidade de Bissau, considerado o maior e mais antigo hospital público do país, ajudando no transporte das grávidas e crianças, principalmente. Estamos certos que vai fazer muita diferença na vida das populações”, destaca o presidente dos bombeiros.

A região do Oio situa-se no Norte da Guiné-Bissau, com uma superfície de 5.403,4 km2 do território e mais de 215 mil habitantes, que correspondem a cerca de 14,9% da população do país. A capital da região fica a 150 km de Bissau, ou seja, a cerca de duas horas de viagem. O Hospital Nacional Simão Mendes, localizado na cidade de Bissau, é considerado o maior e mais antigo hospital público do país, sendo referência em cuidados gerais e diversas especialidades.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73