skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
27 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Bragança tenciona dar nome de Albano Coelho Lima à academia digital

Tiago Mendes Dias
Sociedade \ sábado, junho 26, 2021
© Direitos reservados
Presidente da Câmara anunciou o desígnio em Pevidém, na intervenção referente à inauguração do largo do Pelourinho, que também pretende rebatizar com o nome do fundador da Coelima.

Quando terminava um discurso de louvor para com a obra e o legado deixados por Albano Martins Coelho Lima a Pevidém, a todo o concelho de Guimarães e até ao país, Domingos Bragança revelou a intenção de batizar dois espaços daquela vila industrial com o seu nome: o largo do Pelourinho, cuja requalificação foi inaugurada neste sábado, e a veiculada academia de transformação digital, a instalar na antiga fábrica do Alto, contígua a esse largo e também à Coelima.

"Queremos ter ali a academia de transformação digital Albano Coelho Lima", anunciou. "Foi um homem marcante não só de Pevidém e de Guimarães, mas do país e da indústria", prosseguiu.

A nova versão do largo do Pelourinho ostenta agora o busto do fundador da Coelima, envolvido numa escultura evocativa da indústria têxtil. Convicto de que o “melhor legado a deixar aos vindouros” é o de “perpetuar a memória” dessa obra económica e social, o autarca confirmou que a alteração daquele topónimo vai ser proposta em reunião do executivo municipal e em assembleia municipal.

Albano Martins Coelho Lima fundou, em 1922, uma empresa que veio a empregar quase 3500 trabalhadores no início da década de 80, distinguindo-se igualmente pelo papel social, através do posto médico para trabalhadores ou da cooperativa de consumo para a população, e ainda pelas ações de índole cultural e desportiva. Já dá o nome a uma das principais ruas de Pevidém, com serviços com o posto de correios, a antiga escola primária, hoje academia de música, e a unidade de saúde familiar. O campo de jogos do Pevidém SC também mantém viva a sua memória.

Quanto à fábrica do Alto, Domingos Bragança adiantou que metade já está adquirida para a instalação da academia de transformação digital, prevista para aquele lugar desde o início de 2020, pelo menos. O presidente da Câmara reafirmou ainda a objetivo de adquirir a outra metade da antiga têxtil para servir a comunidade de Pevidém, alojando associações várias.

 

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73