skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 outubro 2021
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Chega entra na Assembleia Municipal. “Esperava mais um pouco”, diz Pizarro

Pedro C. Esteves
Política \ segunda-feira, setembro 27, 2021
© Direitos reservados
Chega elegeu André Almeida para a Assembleia Municipal. Cara do partido estreante nas lides autárquicas, Adão Pizarro esperava eleger um vereador.

Os cerca de 3000 votos e a entrada na Assembleia Municipal (AM) de André Almeida, candidato ao órgão deliberativo pelo Chega, não chegam para satisfazer Adão Pizarro. "Tinha expetativa de um resultado bastante melhor. Há aqui qualquer coisa que falhou", refere o candidato à Câmara Municipal de Guimarães.

A noite eleitoral, que culminou com o partido que concorreu a seis freguesias a chegar a 4.ª força política do concelho, também serviu de aprendizagem para a força política formada em 2019. "Compreendo que não perdemos nada, foi a primeira vez que concorremos, mas tinha algumas expetativas de elegermos um vereador e mais gente para a AM", concretiza o candidato. O Chega conseguiu 3280 votos para a assembleia e faz companhia à Iniciativa Liberal, que também entra pela primeira vez no órgão autárquico.

Adão Pizarro explica ainda que o partido vai apostar numa política de "proximidade": "Temos um deputado na AM, vamos fazer o trabalho de casa, ir ao encontro das pessoas. Vamos estabelecer um número de telefone e criar um e-mail para recolhermos os problemas das pessoas e levá-los a discussão".

As eleições autárquicas ditaram um reforço da maioria do Partido Socialista na Câmara Municipal de Guimarães. O Chega granjeou 3,28% dos votos e não conseguiu nenhum mandato nas assembleias de freguesia. Os 5,46% dos votos alcançados na freguesia de Creixomil foram a melhor prestação do partido no concelho.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #13