skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
02 fevereiro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Dezembro com Excentricidade além das residências. Há ainda cinema e música

Redação
Cultura \ domingo, novembro 27, 2022
© Direitos reservados
No último mês do ano, o programa de descentralização estará ainda em Barco, Ronfe, Ponte e São Torcato. Pevidém acolhe uma instalação de espaço público e Brito teatro, fruto de residências artísticas.

A edição de 2022 do Excentricidade está a terminar e dezembro traz seis momentos para assinalar a conclusão de um ano que marca um novo rumo no programa de descentralização cultural: a aposta nas residências artísticas e no trabalho com a comunidade, para lá da mera oferta cultural até então garantida e que continua a existir.

Para além das residências artísticas que encerram o ano - a instalação artística Luzeiros, que irá ser exibida a 08 de dezembro, a partir das 17h30, no coreto da Praça Francisco Inácio, em Pevidém, e do espetáculo Miraculum, a apresentar nos Espaços Criativos de Brito, de 16 a 18 de dezembro, pela Astronauta -, há quatro sessões de oferta cultural mais tradicional – música e cinema – em outras quatro das freguesias que integram o programa.

À beira Ave, Barco recebe o Quarteto de Cordas de Guimarães às 21h30 de sábado, no auditório do Grupo Cultural e Recreativo de Barco. A 09 de dezembro, sexta-feira, a partir das 21h30, é a vez de Ronfe acolher uma sessão de cinema – Coração de Fogo (2022), um filme de animação cuja personagem principal, Georgia Nolan, quer ser a primeira mulher bombeira no mundo. O palco é o salão paroquial.

Uma semana depois, a 16, mas a partir das 15h00, São Torcato acolhe outro filme de animação: Bem-vindo ao Mundo dos Ogglies (2021), um filme sobre uma família que se instala numa aldeia com problemas na gestão do lixo, a ser emitido no centro comunitário da vila. Para o dia seguinte – sábado, 17 de dezembro -, está marcada uma atuação do Grupo Coral de Ponte na vila, mais propriamente na capela de São José, em Campelos.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #43