skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
24 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Do glitch pop ao R&B, o Mucho flui com "sede de novidade" em Guimarães

Redação
Cultura \ quinta-feira, agosto 11, 2022
© Direitos reservados
A mais premente música contemporânea passa em Guimarães a 04 e 05 de novembro com o Mucho Flow. Sob a chancela da Revolve, nomes como Jockstrap, Yaya Bey e Schwefelgelb marcam presença.

A Revolve, editora vimaranense, regressa com mais uma edição do Mucho Flow "sempre com a experimentação e a sede de novidade". O festival de inverno regressa a 04 e 05 de novembro. "São dois dias da melhor e mais premente música contemporânea, distribuídos por quatro salas de concertos", ressalva a editora. O festival percorre o Centro Cultural Vila Flor, Teatro Jordão, Centro Internacional de Artes José de Guimarães e Teatro São Mamede.

Já confirmados estão a canção maximal dos Jockstrap, a eletrónica refletiva de aya (que atua com a artista visual Sweatmother), a explosões de pista de dança de Slikback, o techno duro de Schwefelgelb, o drill rap peculiar de Blackhaine, a pop ácida de Fauzia, o RnB mutante de Yaya Bey, o ambient profundo de Luís Fernandes e o híbrido jazz-hip-hop-pop de Slauson Malone 1. Destes nove artistas anunciados, seis são estreias absolutas em Portugal.

Os bilhetes early bird estão disponíveis apenas por três dias. São 96h em que podem adquirir passes gerais a 30€. Os preços depois sobem para 35€ e em setembro fixam-se nos 40€.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73