skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
14 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Entre a noite e o dia, o humano e o animal, o CIAJG é casa para Crepúsculos

Redação
Cultura \ quinta-feira, outubro 27, 2022
© Direitos reservados
Depois da Fundação Gulbenkian (Lisboa), o CIAJG é o palco do programa público “Crepúsculos”, de Vampires in Space. Atividades começam às 14h30. Terminam com uma excursão de observação de morcegos.

O CIAJG - Centro Internacional das Artes José de Guimarães recebe esta quinta-feira, a partir das 14h30, o programa público Crepúsculos, associado à intervenção Vampires in Space, projeto de Pedro Neves Marques, presente na 59.ª edição de La Biennale di Venezia, em representação oficial de Portugal. 

“Crepúsculos” são uma série de manifestações crepusculares situadas entre a noite e o dia, o humano e o animal, o sónico e o visual, o local e o global que celebram a diversidade de formas de hibridização coletiva. Um programa para todos os públicos interessados em arte, cinema, música, literatura e ecologia. A entrada é gratuita, limitada à capacidade da sala. No programa Crepúsculos, comissariado por Filipa Ramos, propõem-se quatro ‘momentos crepusculares’, com início às 14h30.

Em Crepúsculo Sonâmbolo (14h30), Pedro Neves Marques trocará impressões com Filipa Ramos e serão visionados dois filmes: ‘Nosferasta’, realizado por Adam Khalil e Bayley Sweitzer, com o artista e músico Oba; e ‘A Mordida’ realizado por Pedro Neves Marques.

Em Crepúsculo Opúsculo (17h30), uma sessão de leitura de poesia, com a participação de Ellen Lima, André Romão, Alice dos Reis e Pedro Neves Marques.

No Crepúsculo Tentáculo "atentaremos aos sons e atmosferas", que nos remetem para “a existência melancólica, dramas e rotinas de cinco passageiros se desenrolam, durante uma longa viagem, de séculos, a um planeta longínquo”. Um live act de entrada gratuita, limitada à capacidade da black box. Início marcado para as 19h00.

À noite, este ciclo fica concluído com o Crepúsculo Vernáculo (21h30) uma conversa que nos levará ao exterior do CIAJG para uma excursão de observação dos morcegos na cidade de Guimarães com o biólogo e conservador Paulo Barros. Numa excursão bioacústica, vai conversar-se sobre a ecologia e biologia dos morcegos na cidade de Guimarães com o biólogo e conservador Paulo Barros, membro da equipa do Laboratório de Ecologia Aplicada (LEA) e Investigador do Centro de Investigação e Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) nos domínios da ecologia e conservação da fauna.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73