skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Jazz experimental no CAAA e noite intercultural no Bar Académico

Redação
Cultura \ sexta-feira, julho 07, 2023
© Direitos reservados
A improvisação de João Pedro Brandão, Demian Cabaud e Marcos Wilson apresenta-se em Guimarães às 22h00. O BA promete noite de partilha de música e dança entre pessoas de diferentes origens.

A aposta do Centro para os Assuntos de Arte e Arquitetura nos concertos prossegue esta sexta-feira à noite, com Bode Wilson, um trio que se distingue pelo experimentalismo e pela improvisação no seu jazz. Depois de “26”, em 2014, e de “Lascas”, em 2017, o trio composto por João Pedro Brandão, Demian Cabaud e Marcos Cavaleiro lançou, em 2022, o seu terceiro álbum, “Aether”.

“Gravado ao ar livre numa capela em ruínas e integrado de uma forma transversal na natureza envolvente, este novo trabalho, para além de um produto musical, é também na sua essência ou quintessência, um exercício de meditação, veneração e comunhão com o universo e a humanidade”, lê-se no comunicado do espaço cultural.

Apresentado em parceria com a Porta-Jazz, associação do Porto que tem colaboração recorrente com o Guimarães Jazz, o concerto de Bode Wilson está marcado para as 22h00. Cada bilhete custa cinco euros.

 

 

Em Azurém, junto ao campus da Universidade do Minho, o Bar Académico acolhe a Noite da Diversidade, evento que promete “promover a interação e a partilha de diferentes culturas”, com pessoas de diversas origens étnicas, nacionalidades e tradições a reunirem-se para divulgar a sua música, dança, arte e costumes. Marcada para as 21h00, a iniciativa é organizada pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Média e pelo movimento Guimarães LGBTQIA+.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73