skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
03 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Há "Vozes de São Torcato" na Feira da Terra, que "renasce" após a pandemia

Pedro C. Esteves
Cultura \ quinta-feira, julho 07, 2022
© Direitos reservados
A Feira da Terra está aí para a 26.ª edição. O programa da festividade que se prolonga até domingo é preenchido. "Vozes de São Torcato", um documentário sobre identidade e tradição, estreia já hoje.

A Feira da Terra vinha há 25 anos a celebrar os costumes do mundo rural e, quando se preparava para a 26.ª edição, a pandemia bateu à porta. Mas dois anos depois e com "muitas saudades", São Torcato volta a ser terreno fértil para mostra cultural, gastronómica, agrícola e artesanal. Organizada pela Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais (ADCL), a feira ocupa o terreiro da vila entre esta quinta-feira e domingo.

"As pessoas estão com fome de saírem, de viverem, vai ser um regresso que nos vai deixar orgulhosos a todos", aponta o presidente da direção da ADCL, Sérgio Gonçalves. 

A "máquina", diz o responsável, estava montada e esperava oportunidade para organizar novamente a Festa da Terra. No fundo, "foi o retomar, o renascer da feira". Na 26.ª edição estarão presentes 75 expositores, seis restaurantes, e estará patente uma exposição de animais de raças autóctones. 

A Feira abre já esta quinta-feira, pelas 19h00, com o primeiro ato a ficar a cargo da Associação Recreativa e Artística Bombos Mestres Zé. Até ao encerramento, no domingo, há vozes que se vão multiplicar -- e são as de "pessoas anónimas, com memória". O documentário "Vozes de São Torcato", um breve olhar sobre os alicerces de qualquer comunidade, que para além dos seus monumentos e estruturas, são as suas pessoas, estreia às 20h00 de hoje, mas será exibido várias vezes ao longo do evento. 
"Foi fruto de uma residência artística realizada no âmbito do Excentricidades, o objetivo não é um filme de promoção turística, mas sim de conhecer as tradições e as pessoas que identificam São Torcato", explica Sérgio Gonçalves.

Antes da pandemia, a Feira da Terra recebia milhares de visitantes -- e a expetativa é que esta edição não seja exceção. A entrada no evento é livre.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38