skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
29 fevereiro 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Rui Borges: “Com alguma felicidade, podíamos ter chegado ao golo do empate”

Redação
Desporto \ segunda-feira, fevereiro 05, 2024
© Direitos reservados
Treinador do Moreirense reconhece 25 minutos maus a abrir, mas também viu uma equipa “proativa, competitiva e intensa” que cresceu e acabou o jogo por cima do Sporting de Braga.

A explicação para a derrota do Moreirense FC no Estádio Municipal de Braga, em plena noite de domingo, reside no mau arranque, com os jogadores “muito precipitados, a darem chutões sem rigor”, e na pontinha de sorte que esteve sempre ausente, nomeadamente na fase final do encontro da jornada 20 da Liga Portugal Betclic, nos quais Rui Borges viu a sua equipa ser melhor.  

“Os primeiros 25 minutos foram muito maus, sem critério com bola, a perdê-la sem rigor e nexo, entregámos demasiado jogo ao Braga, que chegou ao golo com mérito. Depois fomos equilibrando e, na segunda parte, fomos claramente melhores, com mais bola. Quem entrou refrescou a equipa, que foi mais proativa, competitiva e intensa. Acabámos por cima do Braga e, com alguma felicidade, podíamos ter chegado ao golo do empate”, descreveu, na sala de imprensa, ao fazer o rescaldo do jogo que terminou 1-0.

O sabor no final da partida era amargo, porque os seus jogadores ficaram aquém do que são, talvez por sentirem pressão, embora não tenham “pressão nenhuma”, face à posição tranquila que ocupam na tabela – o sexto lugar, com 32 pontos. “Faltou alguma sorte, se calhar faltou um pouco mais de agressividade para sairmos daqui com pontos, mas a sorte dá muito trabalho. Queremos ir atrás dos 35 pontos”, acrescentou.

Rui Borges comentou ainda a estreia de Luis Asué no eixo do ataque, tendo vincado que o reforço precisamente oriundo dos bracarenses, internacional pela Guiné Equatorial, fez um bom jogo. “Teve o mérito de fazer o treinador olhar para ele e pensar que podia entrar no jogo. Vinha da Liga 3, é um miúdo com muito potencial, mas precisa de trabalhar muito, fiquei muito surpreendido porque é muito inteligente, o Moreirense acredita muito no seu potencial”, esclareceu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #69