skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
24 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Jota Silva promete trabalhar para ficar após “sensação muito especial”

Redação
Desporto \ quinta-feira, março 21, 2024
© Direitos reservados
Cumprida a primeira internacionalização pela equipa das quinas, atacante do Vitória prometeu continuar a trabalhar e queria ter marcado aos 87 minutos, numa noite especial em todos os sentidos.

Especial foi o adjetivo utilizado por Jota Silva para descrever a estreia pela seleção nacional, precisamente decorrida na casa que bem conhece: entrou ao minuto 64 no triunfo de Portugal sobre a Suécia por 5-2, no Estádio D. Afonso Henriques, casa do seu Vitória.

“Foi uma sensação muito especial, um sonho tornado realidade [cumprir a primeira internacionalização por Portugal]. Ser aqui, no D. Afonso Henriques, tornou as coisas muito mais especiais. Estou muito feliz, também pela vitória da equipa, um bom passo para preparar o Europeu”, disse, na zona mista do Estádio D. Afonso Henriques, após a partida.

Mas o número 11 do Vitória e, hoje, da seleção portuguesa quer mais. Quer mostrar ao selecionador que nele confiou, Roberto Martínez, que foi chamado para ficar na equipa das quinas. “Não é fácil chegar cá por este caminho [de quem iniciou a carreira sénior nas competições distritais]. É fruto de muito trabalho, de abdicar de muitas coisas. É aqui que quero estar. Por isso, vou trabalhar para que o selecionador me mantenha aqui”, acrescentou.

Diante de “muitas pessoas especiais” - os pais, a namorada, a irmã, o cunhado -, só faltou o golo como cereja no topo do bolo. Ele esteve perto de acontecer por duas vezes, aos minutos 67 e 87. Nesse último, Jota Silva considera que poderia ter feito mais. “Vou certamente rever o lance [aos 87 minutos]. Não posso falhar estas bolas. Era o culminar de uma grande estreia, mas o guarda-redes está lá para isso. Eu estou lá para marcar. Ele levou a melhor agora, na próxima vou ser eu a levar a melhor”, referiu.

 

Roberto Martínez: “É um exemplo para o futebol português”

No final do encontro, o selecionador de Portugal voltou a elogiar Jota Silva e a justificar a sua chamada com a sua versatilidade e a sua atitude. “Ele é convocado porque está a fazer uma época boa e é um jogador versátil. Joga nas alas e a ponta de lança. Depois, mostrou uma atitude muito positiva no treino. O ambiente no estádio era espetacular, e a entrada do Jota tornou-o mais especial. Com o seu papel no Vitória, ele pode crescer. Ele é um exemplo para o futebol português”, disse, na sala de imprensa do estádio do Vitória.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73