skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
21 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

No Estoril, João Sousa escreve último capítulo em carreira de conquistador

Redação
Desporto \ quarta-feira, abril 03, 2024
© Direitos reservados
O vimaranense perdeu por 7-5 e 6-4 com francês Arthur Fils no court principal do Estoril Open, prova que venceu em 2018, uma das quatro conquistas ATP em 16 anos de carreira. Foi ainda 28.º do mundo.

O último capítulo de uma carreira que alargou os horizontes e estendeu as fronteiras do ténis portugueses escreveu-se nesta quarta-feira à tarde, no Clube de Ténis do Estoril: no principal court do Estoril Open, João Sousa perdeu como 272.º classificado do ranking ATP perante o francês Arthur Fils, 37.º do mundo, por 7-5 e 6-4 ao fim de 01h50 minutos de encontro, na primeira ronda da competição.

O vimaranense de 35 anos anunciara, em 27 de fevereiro, que esse seria o último torneio de uma carreira profissional de 16 anos, abrilhantada pelos primeiros quatro títulos lusos no circuito ATP – venceu os torneios ATP 250 de Kuala Lumpur, em 2013, Valência, em 2015, e Pune (Índia), em 2022, além do Estoril, em 2018.

Presente em outras oito finais desse circuito, o conquistador – assim era conhecido no circuito - rubricou 76 participações nos quatro torneios do Grand Slam, 45 nos torneios de singulares e 31 em pares. Em singulares, atingiu as melhores prestações em 2018, no US Open, e em 2019, em Wimbledon: em ambas as provas, superou três rondas e disputou os oitavos de final. Em pares, disputou as meias-finais do Open da Austrália de 2019, ao lado do argentino Leonardo Mayer. O atleta ostenta ainda a melhor posição alguma vez alcançada por um português no ranking ATP: tornou-se o 28.º do mundo em 16 de maio de 2016, após atingir os quartos de final do Masters 1.000 de Madrid.

Formado no Clube de Ténis de Guimarães, Sousa mudou-se para Barcelona aos 15 anos, e iniciou a carreira profissional em 2008. O conquistador teve oportunidade de jogar na cidade natal em 2013, tendo vencido o challenger organizado ao abrigo da Cidade Europeia do Desporto, e em 2016, no embate entre Portugal e Áustria, para a Zona Euro-Africana da Taça Davis. Essa eliminatória realizou-se entre 04 e 06 de março, no Pavilhão do Vitória.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73