skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
01 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Norberto Pires morreu aos 55 anos: “Esteve sempre ligado a Guimarães”

Pedro C. Esteves
Sociedade \ sexta-feira, agosto 13, 2021
© Direitos reservados
Professor da Universidade de Coimbra morreu aos 55 anos. "Verdadeiro vimaranense", ligava-se "a tudo" na sociedade. Marcelo Rebelo de Sousa destaca “enorme diversidade de interesses e saberes".

“Homem de causas, que não desistia, e um verdadeiro vimaranense”, Joaquim Norberto Pires, professor da Universidade de Coimbra com um trabalho vasto no campo da robótica, nascido em Guimarães, morreu esta terça-feira, aos 55 anos.

Amigo de longa data, Fernando Ribeiro, professor no Departamento de Eletrónica Industrial da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, recorda uma pessoa “interventiva em todos os aspetos e sempre pronta para ajudar”. “Portugal perdeu uma pessoa muito importante, alguém que lutava por grandes causas”, explica ao Jornal de Guimarães.

Impulsionador da Sociedade Portuguesa de Robótica – foi o primeiro presidente -, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), membro dos Conselhos Nacionais de Ciência e Tecnologia e de Empreendedorismo e Inovação, Norberto Pires “ligava-se a tudo na sociedade”. “Onde pudesse ajudar, ajudava”, frisa Fernando Ribeiro.

Convidado em vários universidades – nacionais e internacionais – , escreveu “centenas de artigos científicos e de opinião”. Interventivo também no campo político, foi vereador da Câmara de Condeixa-a-Nova, distrito de Coimbra.

 

Serviu “com dedicação a comunidade”

Vítima de um acidente de viação na zona da Mealhada, na tarde de terça-feira, o desaparecimento de Norberto Pires espoletou reações de várias entidades e personalidades, incluindo o Presidência da República. “O Professor Doutor Joaquim Norberto Pires desenvolveu uma profícua e diversificada carreira enquanto académico na sua área de especialidade, nomeadamente ao serviço da Universidade de Coimbra”, escreve Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota publicada no ‘site’ oficial na Internet da Presidência. Na mesma nota, Marcelo realça a “enorme diversidade de interesses e saberes” do “destacado professor”, que serviu “com dedicação a comunidade”.

“A notícia do desaparecimento prematuro do Colega a Amigo Norberto Pires”, foi também rememorada pela Universidade de Coimbra. “Hoje a Universidade de Coimbra e o seu Conselho Geral perderam, de forma irreparável e insubstituível, um grande Professor e Investigador, um extraordinário Empreendedor e Inovador e sobretudo um grande Homem”, destaca a Presidente do Conselho Geral daquela universidade, Gabriela Figueiredo Dias.

 

Guimarães e o Vitória

“Apesar de estar em Coimbra há muitos anos”, Joaquim Norberto Pires "esteve sempre ligado a Guimarães”, reitera Fernando Ribeiro. “Por vezes metia-se no carro, fazia 1h30 para Guimarães, via o jogo do Vitória ao meu lado e depois seguia novamente para baixo. Perdia horas para ver Guimarães e o clube”. Guimarães perde, no fundo, “um dos seus e um verdadeiro vimaranense”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38