skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
27 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

O Natal é iluminação na cidade e nas vilas. Mas há mais no sapatinho

Redação
Cultura \ quarta-feira, dezembro 08, 2021
© Direitos reservados
Quando esta quadra invade o espaço público, o colorido e o brilho das luzes afloram logo ao pensamento, mas também há concertos, presépios ou concursos espalhados pelo território.

Pinheiros a adornar as praças ou embrulhos, bolas e fitas a encimar as ruas, as armações metálicas em forma de Natal estão já ligadas à corrente que lhes dá brilho e cor – no Toural e em vilas como Caldas das Taipas, na praça Doutor João Antunes Guimarães, as árvores irradiam desde terça-feira. Mas a soma dos programas natalícios em território vimaranense extravasa as iluminações na cidade, nas nove vilas e em demais freguesias, pese as restrições associadas à covid-19. De Santa Leocádia de Briteiros até Infantas, cruzando o Ave e o Selho, há presépios, música, encenações, mercados, concursos, animação de rua e até neve artificial.

 

Iluminação de Natal no Toural © Município de Guimarães

Iluminação de Natal no Toural © Município de Guimarães

 

Cidade de luzes, cidade de vinhos

Ladeada por exemplares mais pequenos de contorno azulado, na ala nascente, a árvore de Natal no Toural ergue-se em luz a cerca de 30 metros de altura. Incandescente desde terça-feira à noite, a silhueta coroa a programação de Guimarães - Cidade Natal, iniciada a 03 de dezembro, com a atuação do Quarteto de Cordas de Guimarães, no Paço dos Duques de Bragança. Foi o primeiro de uma série de 10 concertos que se aventura pelo canto coral, pelo jazz e pela guitarra clássica até ao Concerto de Ano Novo da Orquestra de Guimarães, às 17h00 de 01 de janeiro. Ainda na música, prevê-se o lançamento de uma canção de Natal com o título “O presente és Tu”, de Marco Génio, para o projeto solidário Causas.

Pelo meio, há animação pelas ruas da cidade, cujo início se deu no passado sábado, com um cortejo inspirado em personagens da Disney e a instalação da casa do Pai Natal no Toural. Foi a primeira de 37 iniciativas organizadas em conjunto pela Associação de Comércio Tradicional de Guimarães e pela associação Sol no Miral (Teatro Coelima). A “parada natalícia de encerramento” está marcada para 24 de dezembro.

Pelo meio, há um mercado de vinhos nos claustros do convento de Santa Clara, o edifício que acolhe a Câmara Municipal: De 17 a 19 de dezembro, produtores, distribuidores e garrafeiras vão exibir os seus vinhos num programa que inclui “iniciação à prova”. Além deste programa, o Multiusos recebeu nesta terça-feira a primeira edição do espetáculo “The Cotton Christmas”, com a participação da cantora Aurea.

 

Decoração natalícia em Caldas das Taipas

Decoração natalícia em Caldas das Taipas

 

Um concurso de montras, livros e muita animação

Das nove vilas de Guimarães, todas contempladas com um apoio da Câmara Municipal para a iluminação – 2.000 euros a cada uma -, três têm um programa que ultrapassa, por larga margem, a decoração do espaço público: Caldas das Taipas, São Torcato e Pevidém.

Na margem direita do Ave, o programa da comissão de festas Dar Vida à Vila arrancou formalmente no sábado, com a animação de rua e o concerto do Quarteto de Cordas de Guimarães, no Auditório Mário Rodrigues (EB 2 e 3 das Taipas), estendendo-se pelos fins de semana de 11 e 12 e de 18 e 19 de dezembro, com dezenas de eventos, como a chegada do Pai Natal. A 10 de dezembro, acendem-se as luzes no cenário instalado no antigo mercado. Antes, porém, foi lançado o concurso de montras para dar visibilidade ao comércio da vila termal. Entre 15 e 30 de novembro, inscreveram-se 18 estabelecimentos. A votação para a melhor montra começou a 03 de dezembro e termina a 15.

Cerca de 10 quilómetros a leste, a terra da Romaria Grande celebra o Natal com sete iniciativas – é o maior cartaz de sempre, diz a Junta de Freguesia, entidade organizadora, em colaboração com a Irmandade de São Torcato. Além da iluminação e da árvore, há a chegada do Pai Natal, a distribuição de prendas na EB1 de São Torcato, a distribuição de postais de boas festas pela população e pelo comércio, a apresentação do livro “Contos de Natal”, de Paulo César Gonçalves, um concurso de fotografia e um convívio de Ano Novo.

Pela corrente do Selho abaixo, o verde das margens dá lugar aos dispersos aglomerados habitacionais, ao cinzento das fábricas e ao laranja das chaminés. O arranque da edição de 2021 do Pevidém, Vila Encantada estava previsto para esta quarta-feira, às 15h00, com a parada de Natal no centro da vila, mas a associação Sol no Miral, a cargo da organização, anunciou esta manhã que todo o programa do feriado teve de ser adiado para domingo, devido às condições climatéricas. Esse programa estender-se-ia até às 18h00, com a inauguração das iluminações, a chegada do Pai Natal e as atuações do Grupo Coral Infantil e Juvenil de Pevidém, da Sociedade Musical de Pevidém, do grupo coral e do Orfeão do CCD Coelima. Nesse domingo, está agendada também a animação itinerante, antes do programa encerrar a 08 de janeiro, com a sessão de Cantar de Reis, no auditório da Junta.

De regresso às margens do Ave, em Ronfe, o agrupamento do Corpo Nacional de Escutas (CNE) está a confecionar pão de ló, bolo-rei ou trança na iniciativa Doces de Natal. As encomendas são possíveis até 18 de dezembro, sendo depois entregues a 24, na sede.

 

Edição de 2019 da Pevidém, Vila Encantada © Teatro Coelima

Edição de 2019 da Pevidém, Vila Encantada © Teatro Coelima

 

Iluminados, movimentados, em rota: os presépios que há para ver

O presépio é um dos símbolos do Natal, principalmente o cristão. E em três freguesias vimaranenses – Silvares, Santa Leocádia de Briteiros e Santo Estêvão de Briteiros -, a imagem de Maria e José em redor do Menino Jesus será o centro da quadra em espaço público.

Em plena Estrada Nacional 206, a rotunda do Pinheiro Manso é o coração do dezembro silvarense. À semelhança de anos anteriores, a área contígua ao pinheiro-manso reúne 30 figuras de madeira produzidas por todas as coletividades da freguesia. Depois de colocadas no sítio, serão iluminadas. A instalação está já em curso, prevendo-se que o cenário possa estar pronto entre quarta-feira e sábado.

Rumo a norte de olhos na estrela polar, encontra-se uma das atrações natalícias há mais tempo alimentadas no concelho: o presépio movimentado de Santa Leocádia de Briteiros. Ano após ano, o Agrupamento 883 do CNE apresenta centenas de figuras associadas ao nascimento de Jesus Cristo sobre um tapete de musgo, com a água a correr e os moinhos a girarem em redor. Prevê fazê-lo de novo este ano, faltando apenas a anuência da delegada de saúde quanto ao espaço contíguo à igreja, já munido de um plano de contingência.

A leste da Citânia, Santo Estêvão de Briteiros vai mostrar presépios, mas em rota. Organizada pela Comissão da Festa de Santo Estêvão e do Menino, a iniciativa propõe às coletividades da paróquia e até a grupos de residentes que façam cada um o seu presépio. No fim de semana de Natal, os habitantes reunir-se-ão para um itinerário que visita todos os presépios, a toque de caixa.

 

Presépio iluminado de Silvares em 2020

Presépio iluminado de Silvares em 2020

 

Mas ainda há mais iniciativas de Natal pelas freguesias de Guimarães. Logo ao lado de Santo Estêvão, o Grupo Cultural e Recreativo de Barco ocupa o fim de semana de 11 e 12 de dezembro com a exibição do filme Polar Express (2004), bem como a visita do Pai Natal e distribuição de presentes no sábado à noite, e ainda um almoço de convívio, às 13h00 de domingo.

Mais a sul, Pencelo realiza todas as atividades no próximo sábado; a partir das 15h30, a iniciativa Pencelo é Natal acolhe, no largo da Igreja, música, teatro, animação, Pai Natal e até neve artificial, com uma organização do Teatro Coelima.

Na vizinhança, terá lugar a Freguesia Natal Fermentões: de 17 a 19 de dezembro, haverá exposições e workshops na escola EB1 do Motelo, numa organização conjunta da Junta de Freguesia e do agrupamento do CNE.

Em Gondar, o pai Natal visita a escola EB1 no dia 17 e circula pelas ruas no dia 18. Um dia depois, há música na encosta da Penha; o Centro Paroquial e Comunitário de Matamá acolhe à tarde, o habitual concerto natalício da freguesia de Infantas.

 

Presépio movimentado de Santa Leocádia de Briteiros em 2016

Presépio movimentado de Santa Leocádia de Briteiros em 2016

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73