skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Obra na Ponte do Soeiro pode custar meio milhão de euros. Valor "preocupa"

Pedro C. Esteves
Sociedade \ sexta-feira, outubro 14, 2022
© Direitos reservados
A coligação Juntos por Guimarães questionou o valor da obra e a demora na intervenção. Domingos Bragança diz tratar-se de um "valor elevado", que o deixa "imensamente preocupado com as novas obras".

A Ponte do Soeiro, que une Serzedelo e Gondar, pode estar mais perto de ser requalificada e, assim, dotar aquela travessia medieval inserida no caminho real que ligava Porto e Guimarães de mais segurança. Já foi feito um "estudo de detalhe científico" conduzido por pelas "especialidades da Universidade do Minho", como História, Geologia e Arqueologia e agora foi lançado o concurso para requalificação.

O anúncio deste concurso até já tinha sido publicado em Diário da República, mas foi tema na reunião de câmara descentralizada de última quinta-feira. Hugo Ribeiro, vereador da coligação Juntos por Guimarães, acenou com o baixo valor da empreitada -- o anúncio estabelece um preço-base de 480 mil euros. "Por que se demorou tanto tempo a agir se o valor era este", perguntou. "Um dos arcos está completamente submerso. O valor parece modesto face à degradação, o que pode dizer que o concurso irá ficar deserto", rematou.

Domingos Bragança afastou as críticas para lembrar que "não é uma ponte qualquer" e que o preço até pode ser excessivo. "É uma ponte pequena e 500 mil euros é muito dinheiro", referiu o presidente da Câmara Municipal de Guimarães. Que admitiu também estar "imensamente preocupado com as novas obras que aí vêm" se os valores das obras se mantiverem.

O município fixou ainda um prazo de 20 dias para apresentação de propostas para a requalificação da ponte que recebeu classificação de interesse patrimonial. A obra tem uma duração prevista de 240 dias, a partir do momento em que arrancar.

Ao longo da última década, cidadãos das freguesias de Gondar e de Serzedelo e também partidos políticos reivindicaram a requalificação da Ponte do Soeiro. Numa pergunta enviada em 2014 ao Governo de então, a representação da CDU na Assembleia da República vincou que a infraestrutura esteve “na mira de intervenção” a propósito da Capital Europeia da Cultura, em 2012.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73