skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
02 fevereiro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

PSD queria transportes públicos grátis já. Câmara vai esperar por estudo

Pedro C. Esteves
Ambiente \ quinta-feira, novembro 10, 2022
© Direitos reservados
Proposta dos sociais democratas pedia transporte grátis até aos 25 e acima dos 65. Câmara afirma que a introdução da medida de gratuitidade tendencial não pode ser feita de forma avulsa.

Um estudo do engenheiro civil especializado em transportes, Álvaro Costa, a ser entregue à Câmara Municipal de Guimarães até ao final do ano, vai nortear a ação do município rumo à gratuitidade dos transportes públicos em alguns casos. Por isso, o executivo socialista chumbou a proposta da coligação Juntos por Guimarães apresentada recentemente que pedia transportes públicos gratuitos para jovens até aos 25 anos e para pessoas com mais 65 anos.

"É uma proposta concreta para dar um passo em frente na utilização de transportes públicos, insere-se no objetivo de descarbonização e ajudará segmentos da população a aliviar o orçamento familiar", referiu Ricardo Araújo na discussão antes da votação. "Tem tudo para ser aprovada", sublinhou. Mas não foi.

Domingos Bragança lembrou as suas declarações recentes de introduzir a gratuitidade de títulos ao fim de semana e em horas com menos procurar, nomeadamente durante a tarde. No entanto, refere que não é a favor de "dar tudo a todos". "Sou a favor de dar apoio aos que precisam e não aos que não precisam", disse em resposta. O presidente da câmara acenou ainda com dificuldades jurídicas que têm que ver com o contrato assinado com a Guimabus.

O autarca reconheceu que a proposta tem "matéria para trabalhar". O vereador Paulo Lopes Silva constatou que o chumbo esteve relacionado com "uma questão de princípio. "O que foi apresentado pela oposição tentaria antecipar o resultado do estudo, seria uma medida avulsa e não uma medida estruturada de gratuitidade tendencial que queremos introduzir". Assim, a proposta é, na visão do vereador, "desgarrada" de algo que está a ser "estruturado".

Para Ricardo Araújo, as explicações do executivo para 'vetar' a proposta foram uma "trapalhada de argumentos". "O PS votou contra a gratuitidade. Mais do que palavras, estamos a falar na possibilidade de permitir aos jovens que tenham acesso a transportes públicos gratuitos em Guimarães", assinalou.

O vereador da coligação Juntos por Guimarães fez eco da proposta recente do Conselho Municipal da Educação, órgão consultivo que aprovou uma proposta que pedia transportes "integralmente gratuitos para todos os jovens em idade escolar a residir ou estudar em Guimarães, independentemente dos seus circuitos escolares e domésticos ou da sua relação direta com o circuito escolar". A do PSD vai mais longe, já que engloba neste pacote os cidadãos com mais de 65 anos.

Na proposta do partido social democrata lê-se que seriam necessários entre um a 1,5 milhões de euros anuais do orçamento municipal para implementar a medida.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #43