skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Após superar lista opositora para a Mesa, Ricardo Costa pede “união” ao PS

Redação
Política \ quarta-feira, outubro 26, 2022
© Direitos reservados
O novo presidente da Comissão Política Concelhia frisou ainda que os socialistas não vão “preparar listas” para as Autárquicas “quatro ou cinco meses antes dos atos eleitorais”.

Concluídas as eleições para a Comissão Política Concelhia do PS de Guimarães, coube ao novo presidente, Ricardo Costa, tomar posse na segunda-feira, no Salão Nobre da Sociedade Martins Sarmento.

Mas a cerimónia foi ainda palco de uma outra disputa eleitoral, representativa das duas fações candidatas à concelhia: candidato proposto pelo novo líder dos socialistas vimaranenses, José Fernandes venceu o sufrágio para a Mesa da Comissão Política, ao recolher 37 dos 71 votos. O seu opositor, Manuel Silva, recolheu 31. Houve ainda três votos em branco. O órgão tomou depois posse, com Lucinda Oliveira e Diana Silva a acompanharem José Fernandes.

Já o novo elenco do Secretariado, órgão executivo da concelhia, foi eleito com 55 votos a favor, 14 branco e um nulo num ato com lista única. Acompanham Ricardo Costa os militantes socialistas Cidália Pereira, Conceição Castro, Elisabete Castro, Francisco Teixeira, Paulo Renato, Patrícia Ferreira, Sérgio Gonçalves, Sérgio Silva, Raul Rocha e Vítor Oliveira.

O novo responsável máximo do PS de Guimarães vincou, perante mais de uma centena de militantes, que o “trabalho começa desde já” para superar os “desafios enormes pela frente”. “Está na hora de darmos uma prova de união inequívoca e verdadeira”, pediu, no discurso da tomada de posse, cerimónia decorrida no Salão Nobre da Sociedade Martins Sarmento esta segunda-feira à noite.

O ex-vereador com o pelouro do desenvolvimento económico, entre 2013 e 2021, prometeu ainda “preparar atempadamente atos eleitorais”, de forma que os candidatos à Juntas de Freguesia tenham “tempo para preparar equipas”. “Não vamos preparar listas a quatro ou cinco meses antes dos atos eleitorais”, avisou o dirigente político, eleito para um mandato que se estende até 2024.

Convencido de que as presenças de António Magalhães, presidente da Câmara entre 1989 e 2013, e de Domingos Bragança, autarca em exercício, “orgulham o PS e Guimarães”, Ricardo Costa enalteceu ainda a nova coordenadora das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos, também eleita a 08 de outubro. “Zara Pontes é abnegada e empenhada”, frisou.

A sucessora de Sofia Ferreira, vereadora e candidata derrotada por Ricardo Costa à Comissão Política Concelhia, disse “não ter medo do trabalho”, que se deve “fazer equipa, por mulheres e também por homens”. A coordenadora das Mulheres Socialistas, que toma posse na quinta-feira, às 21h30, na sede dos socialistas, no Toural, defendeu ainda “ninguém deve ficar para trás” no partido. “PS precisa de ser um espaço aberto, de todos e para todos”, realçou.

A 08 de outubro, Ricardo Costa venceu as eleições para o PS de Guimarães, como cabeça da lista A, ao recolher 57% dos votos, correspondentes a 35 mandatos. A lista B, encabeçada por Sofia Ferreira, teve 783 dos 1.859 votos (43%) e garantiu 24 mandatos na Comissão Política Concelhia.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73