skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Reitor da UNU visita Couros, Câmara e Paço dos Duques de Bragança

Redação
Ciência & Tecnologia \ quinta-feira, outubro 12, 2023
© Direitos reservados
Tshilidzi Marwala vai conhecer a unidade para a governação eletrónica da Universidade das Nações Unidas, onde uma equipa de 40 investigadores estuda o presente e o futuro da administração pública.

O reitor da Universidade das Nações Unidas (UNU), Tshilidzi Marwala, visita Guimarães em 16 de outubro, com passagens pelas instalações da unidade operacional para a governação eletrónica (EGOV), no Centro Avançado de Formação Pós-Graduada, em Couros, às 10h30, pelos Paços do Concelho, onde vai ser recebido pelo presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte), António Cunha, e pelo reitor da Universidade do Minho (UMinho), Rui Vieira de Castro, às 14h30, e pelo Paço dos Duques de Bragança, na companhia da diretora da UNU-EGOV, Delfina Soares, às 17h30, encerrando com um jantar, às 20h00, que, além de Domingos Bragança, António Cunha e Rui Vieira de Castro, contará ainda com os deputados vimaranenses à Assembleia da República (AR), André Coelho Lima (PSD) e Luís Soares (PS).

“Será uma oportunidade para mostrar ao país os esforços que a UNU-EGOV tem desenvolvido para projetar Portugal internacionalmente como país de referência no desenvolvimento e aplicação de boas práticas de governação eletrónica e da transformação digital dos Governos”, explica Delfina Soares, diretora da UNU-EGOV, citada pelo comunicado da instituição.

Delfina Soares destaca ainda o papel da UNU-EGOV enquanto parceiro estratégico na cooperação ativa de Portugal com a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), recordando os “diversos projetos desenvolvidos ou em desenvolvimento com, por exemplo, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau. Não sendo uma entidade portuguesa, mas instalada em Portugal, a UNU-EGOV, com o apoio da República Portuguesa, pode emprestar um contributo muito significativo ao objetivo estratégico nacional de aproximação e aprofundamento das relações com os países da CPLP”.

Também subsecretário-geral das Nações Unidas, Tshilidzi Marwala é investigador multidisciplinar, reunindo inteligência artificial e engenharia, ciências sociais, economia, política, finanças e medicina. Antes de assumir o cargo de reitor da UNU, a 1 de março de 2023, Tshilidzi Marwala foi reitor da Universidade de Joanesburgo (África do Sul), tendo passado, enquanto académico e professor convidado, por várias universidades nos Estados Unidos, no Reino Unido, na China e na África do Sul.

A UNU-EGOV começou a sua operação em Couros no ano de 2014, com apenas duas pessoas, e reúne hoje uma equipa de 40 pessoas de 18 países em condições especiais de acolhimento, 31 das quais investigadores. O principal foco de investigação é a transição digital a nível mundial, nacional e local da Administração Pública, em particular as implicações e os impactos das tecnologias digitais estabelecidas e emergentes na governação, com as operações a repartirem-se por três áreas: a governação, regulamentação e políticas digitais, a transformação digital, inovação e tecnologia, bem como a participação cívica e comunidades.

 

Reitor da UNU passa ainda por Braga e Lisboa

Tshilidzi Marwala estará mais dois dias em Portugal, passando por Braga no dia 17 de outubro, uma terça-feira, mais concretamente na Reitoria da Universidade do Minho, onde será recebido pelo reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro. No mesmo dia, à tarde, Marwala reúne-se com a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

No dia 18 de outubro, quarta-feira, o reitor da UNU, Tshilidzi Marwala, e a diretora da UNU-EGOV, Delfina Soares, serão ouvidos, em audição parlamentar conjunta, em sede da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas da Assembleia da República, em Lisboa.

Essa audição foi marcada na sequência de um requerimento apresentado ao presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas da AR, Sérgio Sousa Pinto, pelo deputado vimaranense André Coelho Lima, subscrito por mais 13 deputados do grupo parlamentar do PSD.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73