skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
16 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Vimaranenses convocados” para “afirmar Guimarães” no Dia 1 de Portugal

Bruno José Ferreira
Cultura \ segunda-feira, junho 05, 2023
© Direitos reservados
Se o “tempo ajudar” o Campo de São Mamede será o palco das comemorações do Dia 1 de Portugal. Objetivo é “afirmar Guimarães”.

O ano passado as condições climatéricas não ajudaram, mas a intenção não esmoreceu. As celebrações do ‘24 de junho – Dia 1 de Portugal’ estão novamente marcadas para o Campo de São Mamede, de forma a que o feriado municipal seja um “momento de celebração da comunidade”.

Paulo Lopes Silva apresentou as linhas mestras do programa em que se pretende “afirmar Guimarães a nível nacional e internacional através da Batalha de São Mamede, pelo país que se desenvolveu a partir daí”. Nesse sentido, “a população vimaranense está convidada para todos juntos mostrar ao país que é feriado não por assinalarmos o São João, mas porque assinalamos o dia 1 de Portugal”.

O “espírito de conquista” terá associado à sua celebração a 11.ª edição da Feira Afonsina e também as Jornadas Históricas, sendo que a sessão solene de 24 de junho contará com uma novidade, o Coro de São Mamede, que contará com 200 elementos dos coros de Guimarães sob a batuta, ao piano, de Tiago Simães. Serão também apresentadas as comissões artística e científica da comemoração dos 900 anos da Batalha de São Mamede, que terá lugar em 2028.

“Juntamos à recriação o conhecimento científico histórico”

Para lá de sessão solene, continuam a estar associados a este momento as Jornadas Históricas, com o apoio da Sociedade Martins Sarmento e Muralha – Associação de Guimarães para a defesa do Património, tendo esta ano como tema “o quotidiano na idade média”.

“Foi ponto de honra, quando criámos estas jornadas, que existisse uma publicação dos trabalhos apresentados. Para se divulgar esta investigação, mas também para dar oportunidade aos jovens investigadoras de publicar os seus trabalhos”, frisou Antero Ferreira, presidente da Sociedade Martins Sarmento. Peles, couros e o têxtil são alguns dos temas que estão vertidos na publicação que será lançada no início das jornadas 2023.

Na vertente de recriação a Feira Afonsina cumpre a sua 11.ª edição de 22 a 25 de junho. O espaço será similar ao do ano passado, sendo certo que teremos o “maior número de mercadores a participar, quer locais quer associações”, sustentou Isabel Pinho, da Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Guimarães.

O “espírito de conquista” estará, então, presente na Feira Afonsina, destacou o vereador Paulo Lopes Silva, que destaca ainda o “reforço da presença de Guimarães nos vários momentos de recriação”.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73