skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
24 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Parlamento aprova por unanimidade voto de saudação a Fernando Conceição

Redação
Política \ quarta-feira, abril 26, 2023
© Direitos reservados
Iniciativa do deputado André Coelho Lima, subscrita por todos os membros do grupo parlamentar do PSD, lembra o homem “de cultura e ciência”, ao serviço de Guimarães e do país, agora centenário.

A Assembleia da República aprovou por unanimidade um voto de saudação a Fernando Conceição, antigo deputado à Assembleia Nacional, entre 1969 e 1974, e à Assembleia da República, entre 1985 e 1991, por ocasião dos seus 100 anos, celebrados em 18 de abril último.

A iniciativa lançada a 20 de Abril por André Coelho Lima, deputado vimaranense do PSD, e subscrita por todos os elementos do grupo parlamentar laranja mereceu a aprovação de todas as forças políticas do hemiciclo na sessão plenária desta terça-feira, confirmando o reconhecimento ainda em vida de um homem que foi ainda vereador da cultura da Câmara Municipal de Guimarães, deputado à Assembleia Municipal de Guimarães pelo PSD ao longo de 25 anos (1982-2007) e ainda vice-governador do distrito de Braga (1994-1995), em auxílio a Fernando Alberto Ribeiro da Silva.

“Fernando Conceição é um homem de enormes cultura e ciência, sempre ao dispor da sua comunidade, que soube protagonizar diferentes épocas com a discrição que o caracteriza, mantendo intocada a sua respeitabilidade. Sempre que tal se propicie, é em vida que deve ser feita a evocação das personalidades relevantes da sociedade portuguesa, obviando ao hábito de apenas o fazer após o seu desaparecimento. Reunida em Sessão Plenária, a Assembleia da República manifesta ao Dr. Fernando Conceição e família a sua saudação pelo seu centenário”, lê-se na proposta apresentada pelo grupo parlamentar social-democrata.

Na intervenção proferida na Assembleia da República, André Coelho Lima sublinhou que Fernando Conceição foi das poucas pessoas a exercer a função de deputado na Assembleia Nacional e na Assembleia da República, a par de Francisco Sá Carneiro, Francisco Pinto Balsemão e João Bosco Mota Amaral.

 

Fernando Conceição e a esposa, Manuela Alcântara, em novembro de 2022 © Pedro C. Esteves

Fernando Conceição e a esposa, Manuela Alcântara, em novembro de 2022 © Pedro C. Esteves

 

Licenciado em Ciências Históricas e Filosóficas pela Universidade de Lisboa (1947), Fernando Conceição foi “protagonista em diferentes épocas, mantendo sempre respeito de todos”, refere ainda o voto de saudação. Professor efetivo do ensino liceal/secundário nos Liceus de Bragança e Guimarães – foi diretor da Escola do Magistério Primário de Bragança (1956-1959), reitor do Liceu Nacional de Guimarães (1966-1974) e presidente do Conselho Diretivo da mesma escola, agora denominada Martins Sarmento (1980-1984) -, Fernando Conceição foi coautor do programa nacional de História para o 12.º ano de escolaridade em 1981 e do manual de História para o 7º. ano - “Da Pré-História aos fins do século XIV” -, em 1983.

O antigo professor, nascido em Braga a 18 de abril de 1923, presidiu ainda à Comissão de Educação, Ciência e Cultura (1987-1991), integrou o Conselho Nacional de Educação (1988-1991), a subcomissão responsável pela elaboração da Lei de Bases do Sistema Educativo (1986) e a Comissão Interministerial da Família (1986), tendo ainda representado a Assembleia da República no Conselho Geral da UNESCO, nas Assembleias Parlamentares do Conselho da Europa e da União da Europa Ocidental (1990-1991).

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73