skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Coelima: Sindicato pede "investigação criminal"

Redação
Economia \ segunda-feira, maio 31, 2021
© Direitos reservados
Novo plenário às portas da empresa têxtil esta segunda-feira. Sindicato afirma que pedido de insolvência fazia parte do plano para “matar” a Coelima. Isabel Camarinha, líder da CGTP marcou prenseça.

Esta segunda-feira, trabalhadores da Coelima, voltaram a aglomerar-se em plenário às portas da empresa têxtil.

Francisco Vieira, coordenador do Sindicato Têxtil, afirmou que a insolvência da Coelima é “um caso de polícia” e que merece investigação, acusando também que o pedido de insolvência fazia parte do plano para “matar” a Coelima.

“Isto é um caso de polícia, que merece uma investigação criminal”, referiu o sindicalista, aludindo à administração dos últimos 10 anos, “sempre a somar prejuízos”.

Segundo Francisco Vieira, está marcada para sexta-feira uma reunião no Ministério da Economia, para pedir a intervenção do Governo na resolução do problema.

No plenário, mostrou-se ainda presente a coordenadora da CGTP, Isabel Camarinha, que apelou à união dos trabalhadores e que garantiu o recurso a “todas as instâncias” para resolver o problema da empresa e a manutenção dos postos de trabalho.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: