skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
20 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Incêndio no Centro Histórico circunscrito com "combate musculado”

Bruno José Ferreira
Sociedade \ terça-feira, outubro 19, 2021
© Direitos reservados
Na sua estreia, a nova autoescada fez a diferença. O "ataque musculado" dos Bombeiros de Guimarães evitou males maiores na Rua da Rainha num incêndio em que um bombeiro teve de ir ao hospital.

Os Bombeiros Voluntários de Guimarães conseguiram controlar rapidamente um incêndio que deflagrou ao início da tarde desta terça-feira no Centro Histórico, mais propriamente na Rua da Rainha.

Apesar da preocupação inicial, que levou a que a sirene dos bombeiros fosse acionada durante um longo período de tempo, o incêndio foi rapidamente circunscrito com um “ataque musculado” por parte da corporação vimaranense de bombeiros.

Ainda no local, Bento Marques, comandante dos Bombeiros de Guimarães, explicou que se tratou de um “incêndio nas águas-furtadas dos números 115 e 117 da Rua da Rainha”.

A autoescada, recentemente adquirida e que foi utilizada perla primeira vez, acabou por ser determinante. “Rapidamente subscrevemos o incêndio graças à eficácia da autoescada. Estávamos a ter dificuldades porque estavam a ocorrer derrocadas, um desabamento na parte da claraboia quando entrámos, e houve necessidade de fazer o ataque pelo telhado. A autoescada fez a diferença”, frisou.

No local estiveram 32 elementos dos Bombeiros de Guimarães, apoiados por dez viaturas, sendo que Bento Marques demonstrou a satisfação pelo ataque musculado ter dado frutos, praticamente circunscrevendo-se o incêndio a uma habitação.

Um bombeiro acabou por ser transportado ao hospital, mas apenas por precaução, após ter-se sentido indisposto com o choque térmico ao sair da zona quente de intervenção. As horas seguintes a este incêndio são de rescaldo.

No local gerou-se um enorme aparato com a presença de vários populares, sendo que a situação foi acompanhada e gerida com a presença de elementos da PSP de Guimarães, da Polícia Municipal e ainda elementos da Proteção Civil, nomeadamente a vereadora Sofia Ferreira. Não há desalojados a lamentar.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73