skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
07 outubro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Novo projeto do HSOG permite a doentes fazerem eletrocardiogramas em casa

Redação
Saúde \ sexta-feira, agosto 12, 2022
© Direitos reservados
Programa quer reduzir "visitas desnecessárias ao hospital". Através de monitorização tecnológica, será possível detetar mais precocemente arritmias e proceder à reavaliação clínica dos doentes.

O Hospital da Nossa Senhora da Oliveira Guimarães (HSOG) está a apresentar um novo programa que permite aos doentes, após a realização de ablação para tratamento de arritmias, fazerem eletrocardiograma a partir de casa, sem necessidade de se deslocarem ao Hospital com tanta frequência.    

Trata-se de "um programa inovador" que visa o conforto do doente que recorre aos serviços deste hospital, "que interseta momentos de consulta presencial nesta unidade de saúde, com monotorização remota através de dispositivos inteligentes conectados, questionários de saúde cientificamente validados, para avaliar a qualidade de vida dos pacientes com base em algoritmos inteligentes".

Assim, reduzem-se "visitas desnecessárias ao hospital", escreve, em nota, o HSOG, através da realização da eletrocardiograma (ECG), a partir de casa, e envio do relatório diretamente para a equipa clínica. É, assim, possível detetar e documentar, mais precocemente, arritmias e proceder, mais cedo, à reavaliação clínica dos doentes.   

"Os pacientes são convidados a integrar o programa antes do estudo electrofisiológico e são acompanhados num período de tempo até dois anos pós –ablação. De forma a terem uma integração mais ativa no programa, os pacientes recebem uma caixa de boas-vindas com material educacional do Hospital e um relógio inteligente, que deverão usar durante o período de seu acompanhamento", escreve o hospital.   

Esta nova tecnologia envolve médicos, enfermeiros e técnicos de cardiopneumologia.    

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #35