skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Prémio AGIR: Projeto da ProChild CoLAB premiado com segundo lugar

Carolina Pereira
Sociedade \ terça-feira, janeiro 25, 2022
© Direitos reservados
A iniciativa vem de Guimarães e vence o segundo lugar do Prémio AGIR. A principal preocupação está em promover o bem-estar e a saúde mental, com ajuda profissional.

Com o objetivo de incentivar e apoiar iniciativas que deem resposta a problemas sociais, a REN (Redes Energéticas Nacionais) lançou, em 2014, o Prémio AGIR, no âmbito da Responsabilidade Social Criativa.

Desde temas como a criação de emprego, combate à pobreza e exclusão social, à preservação do património natural, a iniciativa tem levado muitas instituições a apoiar causas pertinentes e, nesta edição, dedica-se à inovação social na resposta à Covid-19, um tema que permitiu o projeto “CoAction Against Covid-19”, do Prochild CoLAB, de Guimarães, ser distinguido com o segundo lugar do Prémio.

O projeto que já arrancou em tempo de pandemia, promove o bem-estar e a saúde mental de crianças entre os 3 e os 10 anos de idade do Município de Guimarães (cerca de 6.000 crianças) e respetivas famílias. A promoção acontece através de um rastreio online e avaliação e intervenção psicológica, numa parceria entre a Câmara Municipal de Guimarães, a Associação de Psicologia da Universidade do Minho e o Centro de Investigação em Psicologia da Universidade do Minho.

Através da colaboração do encarregado de educação de cada aluno, é preenchido um conjunto de questionários que permite identificar crianças a necessitar de eventual intervenção psicológica. Esta intervenção, especializada, gratuita e individualizada, é assegurada por psicólogos da Associação de Psicologia da Universidade do Minho, tendo uma duração de cerca de dois meses, podendo ser prolongada em caso de necessidade.

Na primeira edição, iniciada em fevereiro de 2021, 1098 crianças foram rastreadas, tendo sido detetadas 220 com sinais indicativos de problemas de saúde mental. Na segunda edição, que decorre ao longo do atual ano letivo 2021-2022, o projeto irá apostar também em algumas ações de proximidade para conseguir chegar a crianças e famílias em situações de maior vulnerabilidade social. De facto, o Prémio AGIR irá servir precisamente para reforçar os recursos humanos e materiais fundamentais para a execução do projeto.

“Para além do orgulho e honra que é, para o ProChild CoLAB e parceiros, receber o Prémio AGIR 2021 da REN, este é absolutamente fundamental para que possamos disponibilizar, por mais um ano letivo, uma resposta comunitária pioneira em Portugal que previne e mitiga os problemas de saúde mental infantil originados ou exacerbados pela pandemia Covid-19, contribuindo para o bem-estar e resiliência de crianças e respetivas famílias a curto e a longo prazo”, explica Marlene Sousa, investigadora do ProChild CoLAB que coordena o “CoAction Against Covid-19”.

Quanto ao projeto que teve direito ao primeiro lugar denomina-se “SPEAK” da Share Your World, de Leiria, e desenvolveu uma plataforma que ajuda a resolver o problema da exclusão social de migrantes e refugiados através da aprendizagem de uma língua e da criação de uma rede informal de apoio social. Já a Escola Profissional de Aveiro, com a integração de alunos provenientes de um contexto problemático numa “Equipa de Socorro”, conquistou o terceiro lugar.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73