skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
03 dezembro 2022
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Universidade do Minho surge entre as 500 primeiras do ranking de Xangai

Redação
Ciência & Tecnologia \ segunda-feira, agosto 15, 2022
© Direitos reservados
Instituição está no intervalo entre o 400.º e o 500.º lugar, a par da Universidade de Aveiro, e atrás das universidades de Lisboa e do Porto, numa tabela liderada por estabelecimentos anglo-saxónicos.

Distribuída pelos polos de Azurém e de Couros, em Guimarães, de Gualtar e dos Congregados, em Braga, e ainda uma infraestrutura com 17 laboratórios em São Cosme do Vale, Vila Nova de Famalicão, a Universidade do Minho encontra-se entre as 500 melhores do mundo segundo o ranking de Xangai, que, para a edição de 2022, analisou mais de 2.500 instituições.

A instituição de ensino superior encontra-se no intervalo entre as 400 e as 500 melhores universidades, a par da de Aveiro. São a terceira e a quarta classificada entre as representantes portuguesas na tabela, já que a Universidade do Porto e a Universidade de Lisboa são classificadas entre os lugares 201 e 300, e a Universidade Nova de Lisboa e a Universidade de Coimbra entre as posições 500 e 600.

O ranking de Xangai continua liderado pelos Estados Unidos da América e pelo Reino Unido: os três primeiros lugares pertencem a Harvard – primeira pelo 20.º ano consecutivo -, a Stanford e ao Massachussets Institute of Technology, instituições norte-americanas, surgindo a inglesa Cambridge logo atrás. A primeira instituição não anglo-saxónica, a universidade francesa Paris-Saclay, está no 16.º lugar.

Elaborado pela empresa Shanghai Ranking Consultancy, o ranking de Xangai tem em conta seis critérios, incluindo o número de medalhas Nobel e Fields - o Nobel da Matemática - entre estudantes e professores de pós-graduação, o número de investigadores mais citados na sua especialidade e o número de publicações nas revistas Science and Nature.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #38