skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
19 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Uma boa Norma a seguir...

Paulo Mateus
Opinião \ sexta-feira, março 25, 2022
© Direitos reservados
O que mais gostei, como epicurista amador, é saber que há em Guimarães mais um restaurante com uma cozinha despretensiosa, sem exageros, mas com muita tradição, sabor e requinte.

"Se existe tradição que não foge à Norma é a de que os portugueses gostam de comer bem... garantindo o respeito pela herança cultural e a qualidade dos produtos, e combinando-os com uso de técnicas e abordagens inovadoras...”, podemos ler na introdução ao abrimos o menu do interessante bistrô-bar no centro de Guimarães.

E não podia estar mais de acordo. Estava curioso em conhecer este novo espaço cá do burgo, pois o responsável da cozinha é o Chefe Hugo Alves, vencedor em 2021 do Concurso Chefe Cozinheiro do Ano e que tem como referência ter trabalhado na cozinha do Pedro Lemos no Porto, um restaurante que não precisa de apresentações. A curiosidade era muita. Por norma sou assim, não posso ver nada novo, tenho de ir espreitar, e lá fui.

O Norma é um bistrô-bar com uma decoração moderna, uma luz natural de encantar, que entra pelas janelas viradas para a Penha, e que nos abre o apetite neste espaço muito cozy. O Norma tem tudo para ser um espaço de excelência em Guimarães, a comida e os sabores tradicionais portugueses são tratados com saber e carinho, mas onde assistimos a uma mistura de conceitos entre a cozinha tradicional e a cozinha moderna, e não ficamos a perder com tal mistura, pois a nossa gastronomia ganha envolvência e um estilo mais europeu, sem no entanto perder a base da sua identidade.

Que dizer quando a batata e a ovelha nos recebem de entrada, ou quando o Lúcio do Douro vem na companhia de uns cuscus de Vinhais, visitar o nosso prato de olaria de Bisalhães, ou quando um Carolino salta para o Mar, ou a amizade envolvida do Arroz com o Frango saído da Frigideira, ou quando a Turina matura até ao ponto de nos derreter a boca, este é um bistrô-bar de sabores requintados, com uma gastronomia diferente, para uma clientela também diferente.

Depois da deliciosa comida, podemos ficar para beber um cocktail, com alguns nomes de expressões bem conhecidas por nós, eu vou voltar porque “prometido é devido” ou porque "vale mais tarde do que nunca", sim, são nomes de alguns cocktails que constam da lista, numa combinação de ingredientes surpreendente.

O João Sousa e o José Luís estão de parabéns, pois além de terem criado um espaço com uma decoração cuidada, que brevemente vai ter uma esplanada, a fusão da tradição com a modernidade no cardápio apresentado faz deste bistrô um local para refeições e convívios inesquecíveis, um novo local de culto gastronómico. O que mais gostei como epicurista amador, é saber que há em Guimarães mais um restaurante (resisti até aqui chamar de restaurante) com uma cozinha despretensiosa, sem exageros, mas com muita tradição, sabor e requinte.

Nota final, mesmo que não tenham vontade, aproveitem para ver o espaço reservado ao lavatório que serve de apoio ás casas de banho. E nunca se esqueçam que a gastronomia é a arte de usar comida para
criar felicidade! Por Norma, sejam felizes e tenham um bom garfo e copo na mesa.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73